sábado, 9 de dezembro de 2017

O Caminho do Herói

Saudações, nobres aventureiros!

Como muitos dos velhos jogadores de dados e contadores de história destes Salões, sempre que possível, procuro me informar sobre novas boas histórias que estão surgindo, sejam em livros, jogos ou séries. 

Uma história que chegou a meus ouvidos quase que por acaso e que me impressionou muito foi a do jogo Overwatch que, apesar do gênero (shooter), possui um enredo muito bem elaborado e interessante, repleto de personagens carismáticos e bem desenvolvidos. Apesar de não jogar o mesmo, acompanhei o enredo e a biografia de alguns dos personagens e dois deles me chamaram muito a atenção.

O primeiro é um soldado chamado Jack Morrison, que por conta de seu forte código de ética e habilidades de liderança, foi escolhido para fazer parte de um programa de super-soldados (sim, conhecemos uma história bem semelhante) e acabou com o tempo liderando uma organização cujo objetivo principal era proteger o mundo. Após uma série de eventos trágicos que culminaram no fim da organização em questão, ele se recusou a desistir e, assumindo a identidade de "Soldado 76", passou a fazer justiça com as próprias mãos, mantendo seu código pessoal de honra, mas sem a esperança que anteriormente nutria e inspirava nos outros. O segundo é um cavaleiro chamado Reinhardt, membro veterano de uma renovada Ordem dos Templários da Alemanha. Na juventude, Reinhardt era presunçoso e preocupado apenas com glória pessoal. Após um trágico evento, percebeu que sua missão estava em proteger e lutar em nome da honra, independente do grau de glória que isso lhe trouxesse.

O que mais me chamou atenção nestes dois personagens foi o fato de que suas histórias trabalham muito bem a questão do que é ser um verdadeiro herói e que para nos tornarmos isso, precisamos abrir mão de qualquer "pequenez de espírito" que tenhamos e daquilo que é mais conveniente em detrimento daquilo que é certo. Compartilho convosco dois vídeos muito interessantes destes nobres heróis e das escolhas cruciais que fazem que os definem como os homens que são.




Nenhum comentário:

Postar um comentário