sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Remake de Diablo 1 e Diablo 3: Rise of the Necromancer

Atendendo a muitos pedidos, o Necromancer de Diablo 2 retorna em Diablo 3
Saudações, nobres destruidores de diabos!

Como os mais saudosos aqui talvez já saibam, em 2016 fazem exatos 20 anos desde que o jogo Diablo foi lançado em computadores, trazendo uma aventura épica e heroica, mas com um clima muito mais sombrio, digno das campanhas de Ravenloft.

Para comemorar o evento, a Blizzard Entertainment, companhia criadora do jogo, preparou duas grandes novidades que ironicamente, não serão lançadas este ano, apenas em 2017:

A primeira delas é o reamke do clássico Diablo 1, que poderá ser jogado dentro do jogo Diablo 3, uma vez que os 16 níveis de dungeons presentes no primeiro jogo da série serão refeitos e colocados na Catedral da cidade de Tristram. Os heróis jogadores poderão enfrentar os quatro grandes chefes do jogo original, mas infelizmente, não há ainda notícia se a história em si será contada novamente. Haverá inclusive efeitos especiais de luz e imagem para que a atmosfera das catacumbas abaixo da catedral se pareçam com os clássico jogo antigo.

A segunda novidade é a inserção da muito solicitada classe Necromante em um "pacote" pago à parte chamado Rise of the Necromancer. Apenas lembrando, os necromantes neste universo não são os vilões que costumamos encontrar em mundos de fantasia padrão; no mundo de Santuário, eles são praticamente filósofos místicos que lidam com as forças da vida e da morte, buscando mantê-las sempre em constante equilíbrio, usando seus poderes certamente "inortodoxos" para proteger inocentes de forças demoníacas e, quando necessário, de forças angelicais também. A classe em si nunca me chamou a atenção, pois sempre preferi o paladino e druida na época de Diablo 2, mas ainda assim, é uma classe interessante e bem executada, em termos de história e de jogo. Abaixo, podeis conferir o trailer:

3 comentários:

  1. Gronark, o Senhor da Dor6 de novembro de 2016 18:51

    Esses necromantes são fracos ao ponto de dar pena! Acreditam em uma filosofia tola de equilíbrio entre a vida e a morte, mas tudo isso não passa de mentira, pois a única verdade universal é a do CHAOS!

    Vou compartilhar um tesouro com você, Odin. O 5° livro dos anões, narrando a história de Tiss e apresentando a Ordem do Escudo. Faço isso porque sei que você é um cego desinformado que irá ficar lendo o conto enquanto meus aliados massacram os cavaleiros de Eredhon impunemente, HAHAHAHAHAHAHAHAHA

    http://empire-dcp-minutemen-scan.blogspot.com.br/2016/11/dwarves-v05-tiss-of-shield-2016-digital.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em agradecimento por ter achado este tomo, hei de ignorar teus insultos, suíno maldito!

      E és ainda mais tolo do que parece se achas que uma horda de demônios desordeiros e licantropos ratos pode superar os cavaleiros de Eredhon e seus aliados.

      Excluir
  2. Odeio esses porcos necromantes. O que está morto, deve continuar morto. hahahahahahaha!

    ResponderExcluir