segunda-feira, 18 de julho de 2016

Ausência nos últimos tempos

Saudações, nobres irmãos (e maldito Gronark)!

Por conta de inúmeros compromissos inesperados que surgiram tanto no trabalho quanto nos estudos de meu alter-ego mortal neste mês de julho, meu tempo disponível para me dedicar a este nobre espaço foi total e completamente consumido. 

Por esta razão, fui forçado temporariamente a voltar a lâmina de minha lança e machado ao chão. Creio que no próximo mês tudo possa gradativamente voltar ao normal.

Peço-vos desculpas pela ausência, e lhes dou minha palavra que, assim que o tempo permitir, voltarei com os pergaminhos.

Que os deuses da honra e da glória estejam convosco!

19 comentários:

  1. Salve nobre Odin.

    Lhe aguardaremos para lutar contra o mal quando voltar ao seu antigo trono. Espero que as aventuras ao chão possa lhe render o que espera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, nobre irmão. Em breve retornarei, e neste meio tempo, agradeço-te se puderes cravar tua espada na garganta de um certo Arauto do Caos...

      Excluir
  2. Gronark, o Senhor da Dor20 de julho de 2016 18:40

    É hora da mais profana das festas, pessoal! O caolho praticamente entregou esse lugar para a corrupção e anarquia!

    Vocês podem saquear, profanar, blasfemar, mutilar, desfigurar, violar, corromper ou destruir! Não se acanhem, já não há mais nenhum herói digno de nota ou poder maior protegendo esses salões nesses tempos de decadentes!

    Todos precisam se livrar de suas amarras morais se entregando ao CHAOS, pois esse é o único caminho para nos libertarmos dos deuses opressores e de seus seguidores tolos!

    AFOGUEM O VALHALLA EM FÚRIA, DECADÊNCIA, LUXURIA E TRAMÓIAS, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MALDITO SEJAS, GRONARK! QUE A DOR DE MIL MORTES O DILACERE POR ESTA PROFANAÇÃO! Tuas palavras vis e corruptoras não encontrarão ouvidos em Valhalla!

      Logo retornarei e tu e teus "Funkeiros Arcanos" serão varridos para as profundezas de Nifelheim!

      Excluir
  3. Cultistas do Rato de Cornos22 de julho de 2016 17:52

    Logo nós sairemos das sombras para espalharmos doenças e morte entre os povos de carne macia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gronark, o Senhor da Dor30 de julho de 2016 16:41

      É muito cedo para se mostrarem, cultistas do Rato de Chifres. Esperem pela hora certa, até lá, vocês devem continuar a espalhar doenças, destruir lavouras e assassinar seus alvos nos reinos.

      Não se preocupem, logo chegará o momento onde poderão se banquetear na carne do povo robusto de Darakar, HAHAHAHAHAHAHAHA

      Excluir
  4. Conde Seinrich Von Harstein29 de julho de 2016 20:14

    Observo os vivos se agitarem novamente em suas buscas fúteis, sem perceberem em nenhum momento a simples verdade de que são apenas animais esperando pelo abate. Animais cujo sangue quente pertence a mim, Seinrich Von Harstein, conde das terras da Sylvania, e a minha corte vampírica!

    Consigo prever de antemão os tempos sombrios a frente, fato que me dará a oportunidade perfeita para que eu possa pintar as catedrais de Loregard com o sangue de seus clérigos imundos, ao mesmo tempo em que meus seguidores massacram o povo ignóbil desse maldito reino sagrado.

    Lutarei ao lado das forças do caos para poder cumprir meus objetivos sanguinários. Será divertido caçar os inocentes enquanto os deuses patéticos desse local observam essas, e outras atrocidades, sem poder fazer nada além de se encolherem de medo atrás de suas muralhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz-me rir, filho da noite.

      Por mais e um milênio, o povo de Loregard vive sob os ensinamentos austeros de St. Cuthbert, e governado por um Rei-Sacerdote. Os Purificadores e os Inquisidores da Maça são absolutamente implacáveis ao lidar com cultistas, necromantes e crias da noite como tu e os teus. O zelo deles é tamanho que até mesmo os paladinos de Eredhon consideram que estes agentes divinos andam perigosamente na fina linha que separa o comprometimento e o fanatismo. Mas seja como for, tu não és o primeiro lorde vampiro a ameaçar aquele povo, e certamente não serás o último.

      O único massacre que haverá será o de teus servos diante das maças e fé inexoráveis dos defensores de Loregard. Quanto ao medo, poderás ver isto muito de perto quando teus lacaios desertarem em pânico diante do julgamento sagrado que os aguarda lá.

      Excluir
  5. Gronark, o Senhor da Dor30 de julho de 2016 16:29

    Estou vendo que o número de vilões que querem a ruína desses salões e de Elgalor aumentam, Odin. Só não posso dizer o mesmo para os heróis de coragem rala dessa geração, que devem estar debaixo de suas cobertas tremendo de medo do glorioso retorno do CHAOS, HAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Grande Conde Seinrich Von Harstein, para ti desejo apenas a felicidade, coisa que irá encontrar se vier a guerra conosco, pois poderá realizar todos os seus desejos de dominação enquanto se banha no sangue sagrado dos sacerdotes estúpidos de Loregard.

    O deus caolho faz muitas bravatas de seus heróis, no entanto, na última guerra ele precisou de um algoz brutal e monstruoso para me parar. Só que dessa vez não há nenhum monstro leal e estupido para me deter! Nem mesmo seu anjeco de Pelor e o dragãozinho dourado podem fazer algo contra mim, já que individualmente sou muito superior aos dois!

    Trarei mais vilões para infestar esses reinos com os poderes da ruína. Logo descobrirei onde o cavaleiro está escondido, e irei devorá-lo antes que ele se torne uma ameaça para mim, dessa forma abrirei caminho para o meu MESTRE conseguir sua vingança contra aqueles que o traíram no passado, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tolo, tua fé em teu poder é injustificada, resultado de uma mente doente e consumida pelo caos e delírios de grandeza. Desconheces completamente o poder de Krizagon, o Dourado e do arcanjo Laguel, comandante das legiões celestes de Pelor. Todavia, digo-te que tua queda não se dará por meio destes campeões, e sim por mãos mortais simples e "insignificantes", que o destruirão quando menos esperas.

      E após isso, voltarei minha atenção a teu misterioso "mestre", e ele pagará caro por todo o infortúnio que tu e tuas legiões causastes em nome do Caos.

      Excluir
  6. Conde Seinrich Von Harstein30 de julho de 2016 19:44

    Mas que blasfêmia velhote, suas palavras soam tão fracas quanto a sua gloria, não me subestime ou será a ultima coisa a fazer antes de sua queda. Para todos imundos que te veneram ou que te venerarão, todos insetos de sua corja serão esmagados diante de teus olhos e nada poderás fazer.


    Questiona a integridade dos meus homens, mas sua fé "inabalável" HAHAHAHA irá sucumbir as trevas, a coragem dos teus fraquejará, darão lugar ao medo e ao desespero, questionarão sua tal fé diante da penumbra que os aguarda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veremos quem terminará como pó ao vento ao final disso, cão!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Jökull, O Destruidor30 de julho de 2016 20:41

    E com um Deus tão tolo a Glória virá fácil. Após esses anos de espera, nós voltaremos ao nosso reino, Stahlheim, para reconquistá-lo das mãos dos fracos. Dominaremos o norte de Elgalor em nome dos poderes destruidores do caos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. És bem-vindo para tentar, destruidor. Contudo, nos últimos séculos os bárbaros nortenhos forjaram uma poderosa aliança com o reino anão de Darakar, e para dominar a região, tu e os teus terão que sobrepujar os machados mais ferozes e os escudos mais inquebrantáveis de Elgalor, e duvido muito que consigas alguma terra além daquela em que vossos corpos miseráveis serão atirados sem vida ao chão.

      Excluir
  9. Gronark, o Senhor da Dor1 de agosto de 2016 00:05

    As forças da destruição aumentam a cada dia enquanto os heróis desse lugar se encolhem de medo! Odin fala muitas bravatas sobre os nobres heróis do passado, mas não vê que foi abandonado. Agora ele se acovarda pensando que a benção do insignificante Boris irá me deter. Um engano mortal, já que meu poder não vem do mal, e sim do Chaos, que é infinitamente superior ao poder da padroeira halfling, assim como qualquer poder que vem dos conceitos insignificantes do bem e do mal!

    O Caolho sabe que Laguel e Krizagon são as suas únicas defesas contra mim, só que ele não arriscará perder algum deles. Unidos eles realmente superam a minha força, no entanto, individualmente nenhum dos dois é páreo para meu poder! Mesmo não sendo mais o Campeão do Chaos, eu ainda tenho poder para destroçar esses seres celestes da mesma forma que fiz com Mycen no passado, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Conde Von Harstein, Grande Jarl Jökull e Zorog do Olho Podre, mantenham suas forças preparadas para começar as invasões, pois estou em negociação com outros 3 vilões que nos ajudarão na aniquilação dos reinos de Elgalor. Mostraremos ao velho caolho a mesma brutalidade do passado! Faremos ele chorar ao se lembrar do pavor de ver mais inimigos que aliados querendo a profanação desses salões, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala-te cão! Muito em breve, outros heróis hão de se juntar à peleja, e como disse antes, teus aliados desaparecerão como folhas ao vento neste momento. Tu ficarás sozinho, apenas com tua loucura e delírios de poder.

      Excluir
  10. Gronark, o Senhor da Dor2 de agosto de 2016 23:59

    Não chore muito agora, Caolho. Vai precisar dessas lagrimas mais tarde! Quando os povos que tu tanto ama serem destroçados pela impiedosa marcha das forças da destruição, HAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  11. Jökull, O Destruidor4 de agosto de 2016 19:17

    Um ancião senil! Sentado em um trono solitário, nos salões abandonados de uma Valhalla fraca e indefesa. Onde estão aqueles de que fala? Os "heróis" cujo os nomes evoca, os teus Einherjar, não erguem a voz para lutar por ti. E tu esperas que eles ergam suas espadas? Cercado de inimigos tu atiras bravatas. Melhor seria se fosse verdadeiramente cego porque tu ignoras o olho que te sobra e não aceita a tua ruína.

    ResponderExcluir