sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Centauros como personagens jogadores em D&D 5e

Clique na imagem para aumentá-la.
Saudações, poderosos guerreiros!

Recentemente, meus corvos encontraram trabalhos muito bons feitos por jogadores e mestres para completar certas “lacunas” ainda não preenchidas pelo novo D&D, como por vezes fazemos nestes Salões.

Um dos trabalhos que mais me chamou a atenção (especialmente por conta da arte) foi uma adaptação dos Centauros como raça disponível a jogadores. Evidentemente, eles não podem ser enquadrados em qualquer tipo de campanha, mas como o livro do jogador e outros suplementos trazem meio-dragões, meio-diabos, meio-elementais, etc, e os centauros são algumas das criaturas fantásticas mais antigas da mitologia, creio que dependendo do cenário, pode haver um lugar para eles.

Contudo, antes de liberar seu uso, é preciso entender que ao contrário de draconatos, tieflings e genasis, centauros possuem certas condições anatômicas que impõem diversas situações inusitadas. Eles não dormem em camas, não conseguem se sentar à mesa em uma taverna, não passam por túneis estreitos, etc.

Na imagem acima, todos os dados de jogo estão descritos na coluna “Centaur Traits”, mas caso esteja difícil de ler ou compreender, segue a tradução resumida:

TRAÇOS RACIAIS DOS CENTAUROS

Modificadores de Habilidades: Centauros recebem +2 em seu valor de Força.

Idade: Centauros atingem a idade adulta aos 16 anos, e dificilmente vivem além dos 60 anos de idade.

Tamanho: Centauros são musculosos e ágeis; Passam dos dois metros de altura, e chegam a pesar 200 kg. São considerados criaturas de tamanho Grande.

Deslocamento: O deslocamento básico dos centauros é de 15 metros.

Corpo Apto: Você possui proficiência com a perícia Atletismo e possui também talento Combate Montado.

Treinamento com Armas: Você é proficiente com o uso da lança e do arco longo.

Destaque: Centauros recebem Desvantagem em testes de Furtividade.

Desbravador: Você se desloca normalmente em terrenos difíceis.

Auto-Defesa: Os ataques desarmados do centauro causam dano de 1d6.

Idiomas: Centauros podem falar, ler e escrever Comum, Élfico e Silvestre.


Alguns cuidados importantes que precisam ser tomados:

1) Centauros são considerados criaturas de tamanho Grande, mas usam armas e instrumentos como criaturas médias, como humanos.

2) Mesmo recebendo proficiência com a perícia Atletismo, centauros teriam Desvantagem em testes dela para Escalar. Por vezes, escalar é simplesmente impossível para eles. Além disso, o mesmo pode acontecer com testes desta perícia que envolvam Natação. Por outro lado, eles teriam Vantagem em testes de Atletismo para saltar, contanto que haja altura suficiente.

3) Centauros recebem Desvantagem em  todos os testes de Acrobacia e na maioria dos testes de Prestidigitação.

4) Os ataques desarmados do centauro causam 1d6 de dano quando os cascos são usados. Se ele usar seus punhos, causa o dano normal (1+modificador de habilidade).

5) Armaduras para centauros custam em média quatro vezes o valor que uma armadura normalmente custaria, e não é fácil encontrar alguém com habilidade para fazê-la fora de uma comunidade de centauros.

Como podeis notar, os centauros podem ser uma raça interessante de se ter em uma campanha na qual raças mais exóticas estejam sendo permitidas. Contudo, não são uma raça fácil de se lidar porque seu tamanho e anatomia exigem certos cuidados.

5 comentários:

  1. Salve nobre amigo Odin!

    Como sabes, não sou fã do novo D&D, mas como mestre de AD&D permitia por vezes raças estranhas e cheguei a jogar (como player) com Minotauro, mas numa campanha diferenciada. Desde que tenha equilíbrio, não vejo problema. Gosto do sistema do Darksun nesse sentido, raças fortes começam 1, 2 ou mais níveis abaixo do resto do grupo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, nobre irmão! Quando a campanha e o cenário permitem, e quando conseguimos manter um bom equilíbrio de poder entre raças, realmente não há problema.

      Excluir
  2. Certamente que irei tentar jogar como centauro, mais uma coisa me deixou triste, o fato de ganhar apenas 2 de força, também seria interessante (minha opinião), se ele tbm ganhasse um valor de constituição e pelo menos 1 ponto de armadura natural, ja que ele perderia CA por se tratar de uma criatura grande. mais fora isso gostei muito do artigo!

    ResponderExcluir