segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O Senhor dos Anéis e D&D 5: Arquétipos (Cavaleiros)

Saudações, nobres senhores dos cavalos e castelos!

Trago-vos aqui o primeiro arquétipo de D&D para nossa adaptação do sistema para o universo de O Senhor dos Anéis, o Cavaleiro.

Como vereis abaixo, este arquétipo foi construído sob uma mecânica de “árvore de habilidades”, de modo que é possível criar um cavaleiro nos moldes dos Senhores dos Cavalos de Rohan, dos “Paladinos” de Gondor ou um cavaleiro híbrido, que combine habilidades das duas árvores.

Classe Base: Guerreiro

Descrição: Cavaleiros na Terra-Média são indivíduos de imensa coragem e nobreza, e representam os mais altos ideais que um guerreiro pode aspirar. Mestres na arte da guerra e combate montado, estes combatentes representam a mais poderosa linha de defesa e ataque de reinos como Rohan e Gondor. Em Valfenda, lorde Elrond também mantém uma pequena tropa de cavaleiros élficos que protegem o local de eventuais ataques de forças sombrias.

Raças Permitidas: Raça dos Homens. Elfos.

Cavaleiros Famosos: Elendil, Inrahil, Théoden, Éomer.

HABILIDADES ESPECIAIS


NÍVEL 03: Combate Montado: O cavaleiro recebe Vantagem em todos os testes de Carisma para comandar com sua montaria dentro e fora de combate, e também em testes de Destreza para manobrar sua montaria e se manter montado, mesmo em situações extremas de combate (quando o cavaleiro e a montaria estão sendo atacados, por exemplo). Além disso, enquanto estiver montado, ataques corpo-a-corpo feitos contra ele por criaturas de tamanho pequeno ou médio sofrem Desvantagem, a menos que os atacantes estejam usando armas de alcance como lanças.

NÍVEL 07: Neste nível, o cavaleiro escolhe uma entre as seguintes habilidades:

Combate Montado Superior: Quando estiver montado e puder disparar com sua montaria em linha reta por pelo menos 18 metros, o cavaleiro realiza um ataque de investida e dobra os dados de dano de sua arma no primeiro ataque contra seu oponente caso o atinja. Além disso, este tipo de investida não provoca ataques de oportunidade. No nível 18, os dados de dano são triplicados no ataque de investida.

Aura da Coragem: O cavaleiro e seus aliados em um raio de 9 metros recebem Vantagem para resistir a magias e efeitos de medo. Além disso, a Cavaleiro adiciona seu bônus de proficiência para resistir a efeitos de medo.

NÍVEL 10: Neste nível, o cavaleiro escolhe uma entre as seguintes habilidades:

Pisotear: Sempre que estiver se movendo com sua montaria, o cavaleiro pode usar uma Reação para ordenar seu cavalo a pisotear um inimigo de tamanho pequeno ou médio. A jogada de ataque é feita com o bônus de acerto do cavaleiro, e o dano causado é de 2d6+5

Presença Inspiradora: O cavaleiro e seus aliados em um raio de 9 metros recebem Vantagem para resistir a efeitos de encantamento. Além disso, a Cavaleiro adiciona seu bônus de proficiência para resistir a magias de encantamento.

NÍVEL 15: Neste nível, o cavaleiro escolhe uma entre as seguintes habilidades:

Esquiva Sobrenatural: Usando uma Reação, o cavaleiro montado pode reduzir pela metade qualquer ataque físico feito contra ele ou sua montaria, contanto que seja capaz de ver o atacante.

Espírito Imbatível: Usando uma reação, o cavaleiro acaba com os efeitos de quaisquer magias ou efeitos de controle mental que esteja sobre ele. Caso o efeito seja nocivo e ele não tenha condições de usar uma Reação (como sob o efeito da magia Sono, por exemplo), esta habilidade se ativa de forma passiva, mas consome uma Ação.


NÍVEL 18: Neste nível, o cavaleiro escolhe uma entre as seguintes habilidades:

Senhor da Guerra: Todos os aliados do cavaleiro que estiverem a até 36 metros dele e que possam vê-lo ou ouvi-lo, recebem Vantagem em suas jogadas de ataque contra os inimigos designados pelo cavaleiro.

Benção de Oromë: O cavaleiro e todos os seus aliados que estiveram a até 36 metros e que possam vê-lo ou ouvi-lo recebem um número de pontos de vida temporários igual ao nível do cavaleiro mais seu modificador de Carisma. Alem disso, enquanto o cavaleiro estiver lutando, seus aliados recebem Vantagem em testes de morte.

2 comentários:

  1. Elladan, filho de Elrond1 de outubro de 2015 08:34

    Olá, Odin

    Primeiramente, obrigado por aceitar minha sugestão de separar o cavaleiro em knight e rider. Imagino que deu um bom trabalho, mas o resultado ficou excelente. Esse arquétipo marcial ficou muito interessante, e passa bem o conceito do que seria um cavaleiro de Rohan e um "paladino" de Gondor e Dol Amroth. Ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, nobre irmão!

      Sou eu quem agradece pela sugestão, e fico feliz em saber que aprovastes o arquétipo do cavaleiro para a Terra-Média.

      Excluir