segunda-feira, 9 de março de 2015

Paladinos Quebradores de Juramento (Anti-Paladinos)

Os paladinos caídos voltaram, e mais mortais do que nunca.
Saudações, ex-campeões da luz!

Finalizando os pergaminhos sobre os paladinos do novo D&D, trago-vos o paladino “Oath Breaker” (Quebrador de Juramento), melhor conhecido pelos veteranos como o famigerado anti-paladino. Esta “subclasse” está presente no Livro do Mestre, junto do clérigo que segue o domínio da morte.

Estes paladinos corrompidos, ao contrário do paladino do Juramento da Vingança, que se mantém na tênue linha entre a luz e escuridão, mergulharam fundo no caminho do mal, apagando qualquer vestígio de luz em suas almas.

Magias Adicionais:
Nível 3: Repreensão Infernal, Infligir Ferimentos; 
Nível 5: Coroa da Loucura, Escuridão; 
Nível 9:Animar Mortos, Rogar Maldição; 
Nível 13: Confusão, Praga; 
Nível 17: Contágio, Dominar Pessoa.

Controlar Mortos-Vivos (nível 3): Com uma ação e um uso de Canalizar Divindade, força morto-vivo que possa ver e que esteja a até 9m a fazer resistência de SAB. Caso falhe, o morto-vivo deve obedecer comandos do anti-paladino pelas próximas 24 horas ou até ele usar essa habilidade novamente. Mortos-vivos com ND igual ou maior que o anti-paladino são imunes.

Aspecto Temível (nível 3):  Com uma ação e um uso de Canalizar Divindade, o anti-paladino afeta criaturas escolhidas a até 9m, forçando um teste de resistência de SAB caso possam vê-lo. Caso falhe, o oponente fica Assustado por 1 minuto. Criaturas afetadas que terminem o turno a mais de 9m doanti- paladino podem fazer um novo teste de resistência de SAB para encerrar o efeito.

Aura do Ódio (nível 7):  Você e demônios e mortos-vivos a até 3m recebem seu modificador de CAR em todas as jogadas de dano com armas corpo-a-corpo (mínimo +1). Uma criatura só pode se beneficiar desse efeito de um anti-paladino por vez. A partir do nível 18, essa aura alcança até 9m.
Resistência Sobrenatural (nível 15): O anti-paladino recebe resistência a dano cortante, esmagamento e perfurante não-mágico.

Brilho Profano (nível 20): Uma vez por dia, com uma ação o anti-paladino pode se cercar de aura de sombras por 1 minuto. A aura reduz luz brilhante a até 9m para luz baixa. Oponentes assustados pelo anti-paladino que comecem o turno na aura sofrem 4d10 psíquico. Adicionalmente, o anti-paladino e criaturas que ele escolha na aura são cobertos por sombras mais profundas; oponentes que dependem de visão tem Desvantagem para ataques contra criaturas assim cobertas. Enquanto a aura dura, com uma ação bônus o paladino pode atacar uma criatura com um ataque mágico corpo-a-corpo que causa 3d10+ modificador de CAR em dano necrótico.

Como podeis notar, este “paladino” é um personagem trágico que, bem aproveitado, é um excelente vilão e antagonista em qualquer campanha. E para que ele se transforme em um vilão realmente memorável, basta que o mestre crie um background rico para ele, explicando de forma convincente o que aconteceu para que um antigo e nobre herói se entregasse às forças da escuridão.

3 comentários:

  1. Esse sim é um velho conhecido e com o nome certo, Anti-paladino. Pq com essa moda de chamar qualquer coisa de Paladino, daqui a pouco o Ranger vai ser chamado de Paladino das Florestas e um guerreiro anão de Paladino das Montanhas...

    O Anti-paladino tem sempre uma história trágica por trás dele, que explica (mas não justifica) ele ter feito essa mudança completa de justo e bom (Paladino verdadeiro por favor) para um mau encarnado. Eu diria que se um Paladino é o filho que todo deus gostaria de ter, o Anti-Paladino seria o pesadelo de qualquer deus que antes era cultuado pelo antigo Paladino...

    Alguns acreditam que eles já são criados no mau, mas ainda prefiro imaginar ele como um antigo paladino, que seja lá o pq, transformou-se nessa aberração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, realmente, o grupo dos paladinos não é mais tão seleto quanto antes; mas para mim, eles sempre serão guerreiros sagrados bons e leais, sábios e com um forte senso de justiça, fortemente ligados ao Deuses, mas não a suas Igrejas.

      E como dissestes, bons anti-paladinos ou paladinos caídos sempre possuem uma história trágica, que os torna realmente interessantes como personagens.

      Excluir
  2. Eu poderia criar um personagem juntando essa classe com a do warlock? Ou seria viajado demais?

    ResponderExcluir