quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Rangers Tempest para o novo D&D (não oficial)

Saudações, bravos guerreiros!

Como foi confirmado em alguns fóruns de discussão, em 2015 teremos suplementos do novo D&D trazendo novas especializações para as classes de personagem presentes no livro do jogador.

Estas novas especializações pretendem preencher pequenos vácuos que inevitavelmente ficaram na nova versão, trazendo de volta “clássicos” de edições anteriores. As mais pedidas nos fóruns de foram o “Druida Mestre das Feras” (druida com companheiro animal) o “Tempest Ranger” (ranger especializado na luta com duas armas),  e o Cavaleiro (como especialização do guerreiro).

Aproveitando as instruções no capítulo do Livro do Mestre que explicam como criar novas especializações, fiz uma versão caseira do ranger o Tempest:

TEMPEST

Tempest são rangers especializados no combate com duas armas, utilizando técnicas especiais testadas e aprimoradas através de várias gerações de combate para neutralizar seus inimigos.

Ambidestria (3º nível): Você é um mestre em lutar com duas armas e recebe os seguintes benefícios.
-+1 CA quando usando duas armas.
-Pode usar armas que não sejam Leves ao lutar com duas armas.
-Pode sacar e guardar duas armas no mesmo tempo que demora para fazê-lo com apenas uma.

Precisão Mortal (7º nível): Quanto luta com duas armas, você pode usar sua Reação para que todos os seus ataques realizados naquela rodada causem um dano adicional de 1d4. O dano adicional aumenta para 1d6 no 10º nível, 1d8 no 13º nível e 1d10 no 16º nível. Você pode utilizar esta habilidade por um número de rodadas igual a seu modificador de sabedoria (mínimo 1). Todos os usos da habilidade são recuperados após um descanso curto ou longo.

Crítico Aprimorado (11º nível): Quando luta com duas armas, sua margem para sucessos decisivos passa a ser 19-20.

Tempestade de Aço (15º nível): Lutando com duas armas, ao usar sua ação bônus você desfere dois ataques adicionais com sua arma secundária, ao invés de um.

Conto com vossos comentários para aprimorarmos juntos este modelo, e caso desejais ver outra especialização, basta pedir que tentarei montá-la da melhor forma possível. E claro, caso algum de vós tenha criado sua própria especialização e queira compartilhá-la conosco, basta enviar um pergaminho a meus corvos (odin.halls@gmail.com)

4 comentários:

  1. Elladan, filho de Elrond23 de janeiro de 2015 09:39

    Salve, grande Odin!

    Gostei muito da maneira como você trabalhou o uso da ação bônus e reação para equilibrar o nível de poder do tempest. Ficou excelente na minha opinião, e o ranger precisava muito de uma especialização como esta, principalmente por causa da maneira como a classe foi direcionada para o uso do arco para potencializar dano em níveis intermediários e elevados.

    Eu apenas permitiria o uso regular da habilidade precisão mortal, sem limites diários, já que ela já consome a reação do ranger sempre que utilizada. Mas entendo que colocou a restrição por questões de balanceamento, e isso faz sentido também.

    Na mesa que conduzirei domingo, o grupo encontrará um ranger NPC que participará de alguns combates. Farei dele um tempest para fazer um "test-drive" com a especialização, e na segunda ou terça feira retorno para dizer como foi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, nobre irmão!

      Fico feliz que tenhas gostado da nova especialização. Também a vejo como uma "necessidade" para rangers que desejem se engajar mais no combate corpo-a-corpo. Quanto à Precisão Mortal, deixei o uso limitado porque o guerreiro mestre da batalha também usa dados adicionais, e de forma bastante restrita.

      E se puderes testar a especialização em tua campanha, ficarei extremamente grato.

      Excluir
  2. Salve nobre amigo!

    Realmente ficou muito bom, simples e útil como no velho AD&D. Apesar de já ter feito outras especializações de Ranger, essa para mim ficou a mais próxima do AD&D, claro que faltou os animais e magias fracas (principalmente cura que era muito usada no AD&D e que eu colocaria nesse Ranger), mas a maioria que escolhia jogar de Ranger no AD&D, escolhia pela luta de 2 armas (até pq magia e animais só em level alto).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, grande irmão!

      Fico feliz que tenhas gostado. Como já havia uma especialização que usa um companheiro animal (mestre das feras) e a lista de magia com curas já faz parte regular da classe, independente da especialização escolhida, não mexi nestes pontos.

      Contudo, como dissestes, o combate com duas armas era muito importante para o ranger no AD&D; as magias e animais só eram adquiridos em níveis elevados, e não havia a opção do ranger arqueiro no livro básico.

      Excluir