quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Paladinos no novo D&D: O Juramento da Devoção

Honestidade, Coragem, Compaixão, Honra e Dever. Princípios da Devoção.
Saudações, nobres cavaleiros!

Hoje consegui adquirir um exemplar do Player´s Handbook do novo D&D, e devo dizer-vos que apesar do preço alto, o livro é uma obra-prima. Resumindo muito, mesmo não sendo perfeito, ele traz de volta toda a glória dos dias antigos.

Faremos aqui uma análise mais acurada sobre uma das classes que gerou maior polêmica desde os últimos playtests, o paladino. Recentemente, falei um pouco sobre a classe baseando-me no último playtest e em informações de fóruns especializados, mas quando li a caracterização da classe no livro do jogador, notei que aquilo que foi passado e o que realmente está no livro do jogador é consideravalmente diferente.


PALADINOS NO MUNDO

O livro traz de forma muito clara e interessante que paladinos direcionam sua fé tanto aos deuses quanto à causa da justiça, e todos, independente do juramento feito, lutam para tornar o mundo um lugar mais justo. Mesmo quando servem a um rei, seu compromisso primário é com a justiça, e não com a coroa. Eles apenas se ligam a deuses cujos dogmas estejam de acordo com seu ideal de honra e justiça. Paladinos não representam deuses. Este é o papel dos clérigos. O que paladinos representam são os dogmas, as virtudes que certas divindade encarnam.

Outro lembrete importante que o livro faz é que paladinos são raros, muito mais do que guerreiros. Por isso, será praticamente impossível encontrar uma ordem de cavalaria composta apenas por paladinos. Diferente dos druidas, que se vêem como uma espécie de irmandade, os paladinos, mesmo compartilhando premissas básicas, são muito diferentes entre si, e por isso, não formam grandes ordens.
Por fim, o livro revela também que para muitos paladinos, o ato do juramento é uma mera formalidade para que ele seja “oficialmente” conhecido como paladino, uma vez que os ideais com os quais se compromete no juramento já estão em seus corações há muito tempo.

Abaixo trago algumas informações interessantes sobre o paladino “clássico”, o paladino da devoção.

JURAMENTO DA DEVOÇÃO

Tendência mais comum: Leal e Bom

Estes paladinos representam a epítome dos ideais de cavalaria, da busca por justiça, virtude e ordem. A maioria deles segue deuses leais e bons por conta de seus dogmas e virtudes, por aquilo que eles representam. Outros são mais ligados à causa da justiça do que aos deuses como entidades, mas todos são conhecidos como cavaleiros brancos ou cavaleiros sagrados. Eles percebem os anjos como a maior expressão do bem, e freqüentemente usam adornos que lembram estas nobres criaturas em suas armas e armaduras. Os princípios destes paladinos são:

- Honestidade: Não minta ou engane. Que sua palavra seja sua promessa.
- Coragem: Nunca tema agir, mas saiba que é sábio ter cautela.
- Compaixão: Proteja os mais fracos e ajude os necessitados. Demonstre piedade até a seus inimigos, mas sempre com sabedoria.
- Honra: Trate os outros com justiça, e deixe que seus atos sejam um exemplo. Faça o maior bem possível, causando o mínimo de estrago no processo.
- Dever: Sempre assuma as conseqüências de seus atos, proteja aqueles sob seus cuidados e obedeça aqueles que possuem uma autoridade justa sobre você.


Lendo a descrição deste e dos outros votos, notei que paladino da devoção na verdade é aquele que mais se aproxima de heróis como o rei Arthur e Faramir. Anteriormente, o que mais me incomodava no paladino da devoção era a semelhança de conceito com o clérigo de um deus leal e bom. Mas ao ler a descrição do juramento no livro do jogador, ficou claro que apesar de ambos possuírem grande afinidade, há uma diferença crucial entre o paladino da devoção e um clérigo; enquanto o clérigo age como um representante de seu Deus, o paladino age com representante das virtudes de diversos deuses ligados à causa da justiça, mesmo quando segue um deus em particular. Esta diferenciação é muito importante especialmente para mestres que estão se preparando para adequar seus cenários e histórias à nova edição do jogo, e precisam definir qual é o lugar de cada classe no mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário