quinta-feira, 19 de junho de 2014

Planilhas D&D 5: Guerreiro Humano

Saudações, nobres aventureiros!

Em minhas andanças, encontrei no excelente blog Dungeon Compendium um modelo da nova ficha de personagem usada para D&D 5.

A ficha em questão pertence a um guerreiro, e achei extremamente interessante o espaço disponibilizado para que fossem anotadas informações relevantes sobre o background do personagem. Contemplai:

7 comentários:

  1. Saudações Odin, esta planilha, à primeira olhada, é muito bonita, porém, deve ser mais difícil de administrar do que as outras!!

    ResponderExcluir
  2. Basicamente o mesmo comentário que fiz no Dungeon Compendium:

    Embora não aprove, eu nao fiquei tão incomodado com Second Wind por algumas razões:
    1) Descansar por ao menos uma hora em um ambiente que você está tomando dano a ponto de precisar usar essa habilidade não é algo que aconteça com frequência. Você não poderia realmente entrar em batalha, descansar uma hora, entrar em batalha, descansar uma hora, entrar em batalha...
    2) 1d10+level é basicamente um ataque. Efetivamente, um guerreiro pode ignorar um ataque uma vez a cada descanso curto. Se "cura" incomoda tanto, você pode retrabalhar isso para que Second Wind funcione como uma reação: Imediatamente após receber dano um guerreiro pode reduzir esse dano em 1d10+level uma vez por descanso curto. Não é mais 'cura', é redução de dano. Meu palpite é de que essa é a intenção, mas como esse é o basico, curar é mais simples de explicar a um iniciante.

    Algumas coisas que eu gostei:
    Trait, ideals, Bonds, Flaws. Nós já sabemos que eles serão uma parte importante na criação de personagens, interessante que eles assumam essa posição de destaque na ficha. Mostra o quanto eles estão preocupados com Roleplay.
    Posição de privilégio. É um benefício de background que eu realmente gostei, pode ser facilmente trabalhado dentro de uma campanha, ajudando a movimentar o personagem. Como Nobre, é natural que ele seja levado em direção as intrigas da corte. Playing Cards e Scroll of Pedigree se encaixam aqui também. Dão um toque interessante ao jogo.
    Fighting Style (Defense). Algo que eu realmente gostei no último playtest foram os estilos de combate variados que o Guerreiro pode escolher, com certeza essa será a diferenciação primordial entre os guerreiros do Basic D&D.

    Por último: Guerreiro com carisma alto e destreza baixa. Faz muito sentido para o personagem criado. Um bom sinal eles estarem pensando dessa forma. E gostei das peças de electrum. A ideia de que peças de Electrum e Platina vem de antigos impérios e reinos caídos, que quando usadas em transações comuns podem trazer suspeita sobre o possuidor, é realmente muito bacana.

    ResponderExcluir
  3. Salve, nobres irmãos!

    Bravo Dreevean, por esta edição não lidar com listas longas de perícias ou cálculos muito grandes, ela na prática será bem mais fácil de ser preenchida do que a planilha de D&D 3.5, por exemplo. Muitas das informações preenchidas aqui dizem respeito ao background, histórico do personagem, e não sobre bônus de jogo propriamente ditos.

    Quanto ao Second Wind, já conversamos, brigamos e arremessamos machados lidando com esta polêmica questão. Não aprovo a habilidade, mas como Denilson apontou, o mais construtivo que fazemos com esta famigerada habilidade é interpretá-la sob uma outra ótica para que ela soe um pouco mais plausível em jogo. Ve-la como um "pulso de força de vontade" ou algo semelhante melhora a situação, mesmo não mudando em nada a mecânica da habilidade. Caso após algumas aventuras o mestre e os jogadores se sintam muito desconfortáveis com ela, nada os impede de removê-la e colocar algo diferente em seu lugar.

    Também fiquei satisfeito com o valor de carisma do guerreiro usado neste exemplo e o espaço destinado ao background na planilha. Mostra uma propensão realmente grande em priorizar aspectos interpretativos do jogo, algo que não era feito há muito tempo. Esta planilha realmente incentiva o espírito de se criar personagens, e não máquinas de combate.

    Por fim, as peças de electrum me passaram desapercebidas, mas como o irmão Denilson mencionou, são de fato, um detalhe muito interessante.

    ResponderExcluir
  4. Salve Nobre Odin!

    Sempre gostei de fichas limpas e sem firulas. A ficha que mais gostei foi uma antiga de AD&D 2e antigo (antes das correções). Ela não saiu no Brasil, eu usava em inglês mesmo. Se não souber qual é, posso mandar um print dela.

    Essa ficha em geral está legal. Mudaria algumas coisas, mas enfim, nunca vai ser perfeito pq cada um gosta de um jeito.

    Quanto a habilidade do Guerreiro prefiro nem comentar rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Hahaha, o "Second Wind" se tornou um daqueles assuntos que preferimos realmente deixar de lado...

    Me lembro sim desta antiga planilha do AD&D, apesar de nunca ter jogado com ela. Era realmente bem funcional.

    Como sabiamente dissestes, a nova planilha nunca ficaria perfeita, porque cada um de nós tem uma visão um pouco diferente, mas no geral, ela ficou muito boa mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Sou suspeito para falar. Guerreiros são um dos meus personagens favoritos. Quanto ao Layout da ficha achei interessante, mas faltou aquele espaço para fazer o desenho do personagem.

    ResponderExcluir
  7. Pelas minhas barbas, tens razão! Sabia que estava sentindo falta de algo.

    ResponderExcluir