segunda-feira, 30 de setembro de 2013

A Mitologia de Diablo (Parte 2)

Saudações, nobres heróis!

Trago-vos aqui a continuação da história do mundo de Santuário, por meio deste grande registro feito por nosso irmão J Neves IV

Boa leitura!






A Redefinição do Mundo

Depois da batalha, uma reunião foi realizada entre o Angiris Council e Mephisto. Sanctuary foi completamente destruída, mas a esperança não se perdeu. Alguns, como Rathma, se confessaram com o Céu, na tentativa de poupar Sanctuary. A votação foi realizada entre os Anjos.Imperius votou contra a existência de Sanctuary e argumentou fortemente para isso. É provável que seja um antagonista em Diablo III por causa disso. A votação foi definida por Tyrael, que inicialmente parecia mostrar pouco de amor para a humanidade, algo que evidentemente tem desenvolvido ao longo dos anos depois deste evento. Juntamente com Mephisto, um acordo foi feito entre o Céu eo Inferno. Sanctuary viveria sozinha, sem guerra nem por parte do Céu, nem do Inferno. A humanidade iria escolher o que fazer com seu destino. Além de concordar com isso, Mephisto tomou Inarius para sua guarda, a quem levou consigo para o inferno. O motivo pelo qual Mephisto pegou Inarius é desconhecido.
E assim começava a redefinição do mundo. O tempo foi revertido para o ponto em que Uldyssian havia deixado sua aldeia natal e os eventos foram desfeitos para que os habitantes de Sanctuary pudessem amadurecer por conta própria, sem a influência da Triune, ou a Cathedral.

Todas as memórias foram exterminadas exceto a do Nephalem original (Os Nephalem originais eram muito poucos e que iriam acabar logo de qualquer jeito) e Mendeln (Trag’Oul salvou sua memória para que ele pudesse lembrar o sacrifício de seu irmão fez , bem como ensinar a todos os estudantes dispostos os caminhos do equilíbrio).

Serenthia é revivida e Achilios é transformado novamente em um ser humano por causa do sacrifício de Uldyssian (este é um efeito direto do sacrifício Uldyssian, não tem nada a ver com o Angiris Council ou Mephisto)

A Cathedral e a Triune não existiam mais.

Essa redefinição do mundo é o passado a partir do qual os jogos acontecerão. A primeira “versão”, com Uldyssian, não é registrada em qualquer história, mas é conhecida por alguns humanos, bem como anjos e demônios naturalmente.

O Exílio das Trevas

Então, veio uma grande revolução no inferno, conhecida como o Exílio das Trevas. Os Lesser Evils derrubaram os Prime Evils e baniram seus espíritos para o reino mortal. Os Demônios Belial (O Senhor das Mentiras) e Azmodan (o Senhor do Pecado) lutaram para reivindicar a regência do Inferno durante a indiferença dos Três Irmãos. Todo o Inferno estava polarizado entre as facções de Belial e Azmodan enquanto as forças do Paraíso eram constantemente agredidas sobre os portões do inferno. “

Azmodan, Belial, Andariel e Duriel são os quatro Lesser Evils do Inferno. Juntos, eles fizeram um complô e exilaram os três Prime Evils – Diablo e seus irmãos – em Sanctuary. Na sua ausência, Belial, o Senhor das Mentiras e Azmodan, Senhor do Pecado, engajaram em uma guerra civil entre si. Sua guerra ruge no mais profundo abismo do inferno até hoje.

Os Horadim

Tyrael descobre o exílio do três Prime Evils em Sanctuary e se mobiliza para detê-los. Ele cria o Horadrim, formado pelos humanos magos mais poderosos, incluindo Jered Cain, ancestral de Deckard Cain, e Tal Rasha. Tyrael encarrega ao Horadrim a missão de capturar os três Prime Evils, dando-lhes Soulstones para aprisionar as almas de Diablo e seus irmãos dentro delas. Um a um, eles encontram os Primes e os aprisionam. Como eles não conseguem destruir permanentemente os demônios, os Horadrim são forçados a se esconder as Soulstones para todo o sempre:

Soulstone de Baal foi aprisionada dentro de um túmulo enorme construído com um único propósito: mantê-lo dentro e aos outros, fora. Baal tinha danificado sua Soulstone durante sua captura, devido à sua natureza destrutiva. Tal Rasha, sabendo que o fragmento final de Soulstone partido de Baal não era grande o suficiente para conter o Prime Evil, escolheu usar seu próprio corpo como uma prisão para Baal. Tal Rasha manteve-se no túmulo por séculos, com o Evil dentro dele.

Soulstone de Mephisto foi selada dentro de um templo em Kurast, apesar de originalmente ter sido capturada em Aranoch juntamente com Baal. Com medo de prender dois Primes tão próximos uns dos outros, o Horadrim optou por movê-lo. Os monges Zakarum foram encarregados de sua proteção.

Diablo tinha fugido para o oeste e continuou a fugir por várias décadas após a captura de seus irmãos. Eventualmente, ele foi capturado perto de onde hoje é Westmarch, e os Horadrim construíram uma catedral acima de seu túmulo para ficar de guarda. Com o tempo porém, o Horadrim desmoronou, e os Prime Evils, esquecidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário