terça-feira, 25 de outubro de 2011

Blades & Magic RPG

Saudações, bravos aventureiros!

Nos últimos dois meses, recebi diversos pedidos de amigos e irmãos de nossa blogosfera e de outros jogadores por uma versão “lite” de ASGARD RPG, com um sistema simplificado. Houve inclusive alguns que solicitaram uma versão do jogo que fosse um pouco mais abrangente no quesito da ambientação do jogo.

Como expliquei a meu grande irmão J Neves IV, julgo válidas todas as sugestões, mas acredito que não seria correto com todos que adquiriram o livro básico alterar a mecânica do jogo neste momento. Foi justamente por isso que comecei a conceber um novo sistema de jogo que pretendo lançar em uma espécie de versão demo gratuita até o final do mês de dezembro: o Blades & Magic RPG

Este novo sistema contará com as idéias mais bem aceitas e elogiadas da mecânica de jogo do ASGARD RPG, mas com alguns diferenciais:

Não haverá níveis: A cada aventura, os jogadores receberão 1 a 2 pontos, que poderão ser usados para melhorar seus valores de Ataque, Defesa, Perícias, Atributos, Pontos de Vida, etc.

As Habilidades Especiais de cada classe também poderão ser evoluídas e aprimoradas usando-se pontos de experiência.

Existirão apenas 4 Atributos: Força (responsável pela força física e vigor do personagem), Agilidade (representa a destreza manual e velocidade), Mente (capacidade mental, muito importante para conjuradores) e Presença (força de vontade do personagem). As resistências a magias, venenos e outros efeitos serão feitas diretamente nos ajustes destes 4 atributos.

Os valores iniciais de Ataque e Defesa serão definidos pela classe do personagem e eventuais bônus raciais, não havendo soma de atributos junto aos valores finais; um bom ajuste de Força garante bônus no dano, enquanto um bom valor em Agilidade melhora sua iniciativa.

O sistema de perícias será bem mais simplificado, lembrando um pouco o que tínhamos na época do AD&D.

Quanto à ambientação, Blades & Magic tratará de todas as raças e classes padrão em cenários clássicos de fantasia medieval, baseando-se principalmente nos conceitos existentes na ambientação Elgalor, trazendo anões, elfos, halflings, gnomos, meio orcs e meio elfos entre outros. Quanto às classes, teremos a volta do paladino como guerreiro sagrado, uma classe diferenciada para o cavaleiro, o monge lutador e o feiticeiro elemental.

É importante dizer que apesar de permanecer fiel a preceitos da fantasia medieval clássica, Blades & Magic não tem o objetivo de suplantar ASGARD RPG; ambos são jogos diferentes, mesmo que voltados para um mesmo público. Enquanto ASGARD RPG possui uma temática mais “viking”, Blades & Magic trará um clima "low fantasy"mais fantasioso no estilo Terra-Média ou Forgotten Realms 2ª edição.

Em breve trar-vos-ei mais novidades.

11 comentários:

  1. Cara, muito bom! Adoro sistemas simples e aguardo esse Blade & Magic.
    Ficarei atento, até mais.
    XD

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, mesmo, grande pai! Assim como o irmão acima, gosto muito de RPGs simples mas que funcionem bem, e pelo visto o Blade & Magic vai ser um marco neste estilo.

    Mal posso esperar para fazer meu feiticeiro do fogo meio orc aqui também! BURNNN!

    ResponderExcluir
  3. Grato pela confiança e apoio, nobres irmãos. E sejas bem vindo de volta, Medieval Tales!

    Trarei mais novidades em breve, e assim como houve com o ASGARD RPG, conto com vossas sugestões e críticas para tornar o jogo melhor.

    ResponderExcluir
  4. Que bela notícia!

    Adorei o nome, Odin. Não sei se foi intencional, mas me lembra Sword & Sorcery! O que é uma ótima referência para esse tipo de jogo!

    ResponderExcluir
  5. Sim, admito que foi uma cópia descarada mesmo, nobre amigo...

    ResponderExcluir
  6. Grande odin, eu te mandei material que apresentam ideias similares em alguns aspectos! se precisar de ajuda pra criar qualquer coisa estarei a disposição, da mesma forma que se desejar usar qualquer parte de meu material estes também estarão a disposição!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado, nobre Falcão. Tua ajuda será realmente muito bem vinda neste processo de criação.

    ResponderExcluir
  8. Odin como pretende montar as classes deste sistema? mais ou menos um formato?
    e outra ele usara apenas d6 também? No caso de um sim, seria interessante pontos para manobras de combate iguais ao dragon age...
    Acho que todo grupo de arma devia apenas ter uma propriedade particular, e as armas de uma mão causassem 1d6 e as de duas 2d6 (se for usar só d6) óbvio que alguns grupos deveriam ter apenas armas de uma ou duas mãos (como adagas e hastes respectivamente).

    ResponderExcluir
  9. Teremos pontos para manobras de combate, nobre Falcão, independente dos dados utilizados. Quanto às classes, cada uma terá uma pequena (pequena mesmo) lista de perícias, uma habilidade especial característica (que pode ser aprimorada com o uso de pontos) e algumas secundárias que podem ser adquiridas mais tarde também usando pontos.

    Estou com uma forte dúvida em relação aos dados que serão utilizados e farei uma enquete em breve para recolher sugestões; se quiser já ajudar com tua valiosa opinião, as opções que tenho em mente são:

    a) Usar apenas d6, em um sistema que valorize mais a habilidade de um personagem do que sua sorte. Neste caso, as jogadas seriam feitas com 2d6 apenas.

    b) Usar apenas d6, em um sistema convencional que utilize 3d6 nas jogadas.

    c) Usar uma gama maior de dados (d20, d8 e d6), dando um aspecto mais bem acabado ao jogo, já que estes dados podem ser facilmente conseguidos no mesmo site onde o livro estaria disponível, e praticamente todos nós já temos uma porção deles.

    Assim que decidir os dados a serem utilizados, começarei a colocar no papel os detalhes da mecânica de jogo.

    ResponderExcluir
  10. Eu particularmente ficaria com a letra A! Assim que possivel libera uma classe! é o que me deixou mais curioso!

    ResponderExcluir
  11. Prometo fazer isso o quanto antes, e obrigado pela opinião!

    ResponderExcluir