quarta-feira, 27 de julho de 2011

Senhor dos Anéis & ASGARD RPG: Classes de Personagem

Saudações, bravos defensores da luz!

Trago-vos aqui o primeiro pergaminho tratando da adaptação do universo de O Senhor dos Anéis e O Hobbit para ASGARD RPG. Apesar de todas as eras da Terra-Média possuírem elementos muito interessantes para ambientar vossas campanhas, recomendo o período que via de 2941 a 3017 da Terceira Era, período situado entre o fim de O Hobbit, com a gloriosa Batalha dos Cinco Exércitos e o início da Guerra do Anel.

Nestas décadas há uma expansão da sociedade dos homens, o poder de Sauron ainda está contido e há espaço para novos aventureiros deixarem suas marcas na história. Contudo, especialmente nas Terras Ermas, grandes perigos ainda assolam cidades e povoados, pois orcs, trolls, gigantes, ogros, wargs, lobisomens e outras criaturas ainda mais sinistras espreitam na noite. Independente da época onde uma campanha na Terra Média seja situada, as classes de personagens de ASGARD RPG refletem bem os principais arquétipos de aventureiros deste nobre mundo:

BÁRBAROS: Combatentes temerários e selvagens, os bárbaros são comuns na Terra Média, especialmente nas Terras Ermas do norte e no extremo leste, entre os Haradrin. No oeste, os Drúedain bons exemplos desta classe, sendo combatentes fortes e ferozes, que possuem um extremamente aguçado instinto de combate. Alguns líderes orcs também são bárbaros, como o “rei orc”Azog.

ESCALDOS: Escaldos são extremamente comuns e importantes na Terra-Média, independente do período histórico. Os elfos geralmente formam grandes escaldos em seus reinos, mas escaldos de grande valor também são comuns entre os homens, especialmente em Gondor (onde são historiadores), ou em Rohan (onde são conhecidos como “bardos da guerra”).

GUERREIROS: Guerreiros são talvez a classe mais comum de personagens aventureiros na Terra-Média, sendo que cada raça possui grandes heróis e reis que seguiram este caminho. Os guerreiros anões são conhecidos por sua enorme resistência e maestria com o machado e o martelo, os guerreiros elfos são ágeis e implacáveis com a espada e o arco, e entre os homens, os exércitos de Gondor e Rohan formam excelentes combatentes, hábeis com a espada, a lança e o arco.

LADINOS: Na Terra-Média, ladinos diferem bastante de ladrões comuns por serem especialistas em atividades que envolvam exploração de locais antigos, armadilhas trancas complexas e missões de reconhecimento. Assim, existem diversos ladinos entre homens e até mesmo entre os pacatos hobbits. Há elfos ladinos também, mas estes normalmente agem como batedores ou espiões de seus senhores.

RANGERS: Os Rangers na Terra-Média são extremamente importantes pois protegem áreas selvagens e seus habitantes contra as piores criaturas da noite. Aqui chamados de “guardiães”, estes indivíduos são habilidosos na arte da camuflagem, uso de ervas medicinais e implacáveis quando empunham uma espada ou arco. Apesar de serem raros, podem ser encontrados na raça dos homens entre os Dunedain do norte ou na tropa de elite de Gondor, os Guardiães de Ithilien. Apesar de parecer estranho, existem poucos rangers elfos, e é praticamente impossível encontrar um ranger anão ou hobbit.

PALADINOS: Guerreiros especializados no combate montado, os paladinos são extremamente comuns em Rohan, cuja espinha do exército é sua poderosa cavalaria, na cavalaria pesada de Gondor e entre a elite de Dol Amroth, um pequeno protetorado de Gondor. Os Haradrin do leste também possuem paladinos mortíferos que se igualam em habilidade de combate montado aos Rohirim. Paladinos são extremamente raros fora dos reinos dos homens.

MAGOS E DRUIDAS: Magos e druidas existem na Terra-Média, apesar de serem extremamente raros. Muitas vezes, não há distinção entre as duas classes, pois são comumente conhecidos como grandes sábios ou mesmo pelo nome Istari. Ambos possuem uma ligação sutil com as energias divinas que permeiam a Terra-Média, e muitas vezes agem como conselheiros em nome dos grandes poderes do mundo: os Valar. Magos e druidas normalmente pertencem a raça Maia (que será descrita posteriormente, mas que lembram os Vanires), mas pode haver magos e druidas entre os homens e principalmente entre os elfos.

CLÉRIGOS E VALKÍRIAS: Estas duas classes não existem na Terra-Média; Os magos e druidas cumprem o papel de sábios e canalizadores de energias superiores, que os clérigos normalmente desempenham em outros mundos, e os Valar (“deuses” da Terra-Média) não recrutam “campeões” para sua causa, eliminando a existência de guerreiros sagrados no sentido literal.

6 comentários:

  1. Muito interessante, Odin! Gostei muito dessas adaptações!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns cara...

    O material está cada vez com mais qualidade.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal!
    Pra mim, que sou fã de Conan e Senhor dos Anéis, estes posts estão sendo um deleite.

    ResponderExcluir
  4. Grato, bons amigos!
    E se tiverem algo a acrescentar, senti-vos à vontade para compartilhar aqui vossos conhecimentos.

    ResponderExcluir
  5. Realmente, lendo assim passo a ter certeza de que Asgard RPG tem a pegada necessária para simular boas aventuras na Terra-Média.

    ResponderExcluir
  6. Ao criar o ASGARD RPG, levei em grande consideração preceitos que aprecio muito em ambientações (raças bem definidas, magias como algo especial, personagens fantásticos verossímeis...), e todos estes preceitos, sem exceção remetem ao trabalho do mestre Tolkien. Por isso acredito que seja mesmo bastante simples criar histórias na Terra-Média usando o ASGARD RPG.

    ResponderExcluir