quinta-feira, 16 de junho de 2011

Guerreiros em ASGARD RPG

Guerreiros especializados, estes indivíduos são mais conhecidos como Mestres de Armas, pessoas capazes de lutar de maneira letal usando diversos tipos de armas diferentes. Como o nome sugere, um mestre de armas é possui perícia inigualável no combate com armas, além de ser um grande estrategista, capaz de ajustar seu estilo de combate de acordo com seus oponentes. Além disso, um guerreiro é capaz de usar as melhores e mais resistentes armaduras, e de maneira mais eficiente do que qualquer outro combatente, por mais bem treinado que este seja.

HABILIDADE ESPECIAL: MESTRE DE ARMAS
Benefício: Escolha três grupos de armas. Como um verdadeiro mestre de armas, você é capaz de lutar com as armas dos grupos escolhidos com a mesma eficiência, podendo evoluí-las simultaneamente em uma só perícia de Combate com Armas (ex: Combate com Armas – Espadas, Arcos e Machados).
Especial: O aprimoramento Foco em Perícia se aplica aos três grupos de armas escolhidos.

APRIMORAMENTOS DE CLASSE
No 1º nível, você deve escolher dois dos seguintes aprimoramentos de classe:

ATAQUE CRÍTICO
Benefício: Uma vez ao dia, você pode desferir um ataque que cause dano máximo em um oponente. Você realiza uma jogada de ataque com um bônus de + 4, e se atingir seu alvo, causa dano máximo.

COMBATE TÁTICO
Benefício: Quando estiver em combate, Você recebe um bônus de +1 que pode ser usado em suas jogadas de acerto ou em sua Defesa. Você pode transferir o bônus no início de cada rodada. Além disso, você aumenta em + 1 o bônus de recebe nas jogadas de acerto caso esteja flanqueando um oponente.

ESPECIALIZAÇÃO EM ARMADURAS
Benefício: A Redução de Dano de sua armadura aumenta em +1, e a penalidade que você sofre por estar usando ela é reduzida em 1 ponto.

MESTRE DAS ARMADURAS E ESCUDOS
Benefício: Graças a seu amplo conhecimento sobre armaduras e escudos, você é capaz de atacar melhor seus oponentes, escolhendo 1 dos seguintes benefícios (que podem ser trocados livremente):
• Ignorar 1 ponto da Redução de Dano da armadura de seu alvo.
• Ignorar 1 ponto da Defesa de um alvo que esteja usando um escudo.

PERÍCIA EM COMBATE
Benefício: Você recebe um bônus de +1 nas jogadas de acerto e dano e em sua Defesa quando luta com um grupo de armas a sua escolha. Você pode adquirir este aprimoramento diversas vezes. A cada nova aquisição, seus bônus se aplicam a um novo grupo de armas.

9 comentários:

  1. Temos ai um bom guerreiro, acho que também não tenho o que reclamar apesar de me questionar, como funcionara o critico em teu sistema?

    ResponderExcluir
  2. Gostei dos aprimoramentos de classe, muito bom.
    XD

    ResponderExcluir
  3. Ah Odin levando e conta que se rola 3d6 em testes e danos, um ajuste de 1 não é pouca coisa? Por exemplo:

    MESTRE DAS ARMADURAS E ESCUDOS
    Benefício: Graças a seu amplo conhecimento sobre armaduras e escudos, você é capaz de atacar melhor seus oponentes, escolhendo 1 dos seguintes benefícios (que podem ser trocados livremente):
    • Ignorar 1 ponto da Defesa e Redução de Dano da armadura de seu alvo.
    • Ignorar 2 pontos da Defesa OU da Redução de Dano de um alvo que esteja usando um escudo.

    ResponderExcluir
  4. Grato pelos comentários, nobre amigos.

    Entendo o que dizes, Falcão Branco. Estou fazendo uma última análise sobre todos os aprimoramentos de classe para corrigir eventuais desequilíbrios, e provavelmente o aprimoramento Mestre das Armaduras e Escudos será modificado no final.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal.

    Minha segunda classe favorita está excelente. Sem querer desmerecer ninguém, nunca gostei muito do guerreiro do d&d porque a maioria esmagadora dos talentos de combate que ele podia pegar qualquer um também podia. Ele apenas tinha a opção de adquirir mais deles.
    Este guerreiro, por outro lado, parece ter habilidades bem características, e neste sistema o fato de você ser um bom espadachim, um bom arqueiro E um bom lanceiro é um fato digno de nota, o que valoriza muito a habilidade mestre de armas. Se meu escaldo elfo encontrar um fim prematuro, já tenho um anão guerreiro planejado!

    ResponderExcluir
  6. Odin, bom, ainda não vi as armas propriamente ditas do sistema, mas uma das coisas q mais gostava em L5R 3rd (e q "sumiu" na 4th) era o fato de termos armas mais especializadas para cada tarefa.

    D&D meio q achata todas as armas ao dado de dano q elas causam, mas pouco além disso. Talvez martelos e picaretas cancelando armaduras, lanças para afastar o inimigo, etc. seja uma boa idéia... Ou de repente podem ser algo bem desnecessário para te dar dor de cabeça... Enfim...

    Senti falta das bestas. Não sei pq. Não são uma arma típica da fantasia medieval tanto quanto os arcos... Mas acho que uma fileira de besteiros pode ser legal... Ou não... Bom, de qq forma, são apenas tiros no escuro aqui.

    ResponderExcluir
  7. Concordo contigo quanto à falta de exclusividade das habilidades do guerreiro em D&D, Black Knight. Tanto que tentei "corrigir" isso em ASGARD RPG.

    E entendo teu ponto de vista quanto a habilidades especiais das armas, Hayashi. Graças a uma sugestão do Falcão Branco, elaborei habilidades especiais para cada grupo de armas de ASGARD RPG. Martelos e maças, por exemplo, em mãos hábeis ignoram 2 pontos da Redução de Dano de armaduras (reais ou mágicas). Quanto às bestas, após algumas pesquisas decidi deixá-las de fora, pois a verdadeira "arte" de se atacar à distância (como a dos arqueiros élficos ou mesmo dos arqueiros do clã Mantis) só é vivenciada através do arco. Como sempre achei bizarro magos usando bestas, e como pretendo valorizar um guarda palaciano que seja um bom arqueiro, optei por mantê-las de fora do jogo neste primeiro momento.

    ResponderExcluir
  8. Uhm ai que tá odin, quanto a besta não é pra ser arte é pra ser funcional, tanto que sempre é tratada como arma simples, e pro guerreiro que se especializa em machado por exemplo (sim ele pode usar machadinhas de arremeso) mas a longa distancia ele usaria uma besta que é mais facil de usar e poderosa (em dano) porem tem um rearme muito mais lento, é tipo "atirar e investida"... Eu acho que a besta deveria entrar pelo menos de canto, e ter uma vantagem do tipo mirar ou precisão extra que concedesse bonus ao ataque com esta!

    Finalmente eu queria lhe dizer sobre traçar uma media pros bonus e penalidades, tipo use um em ajuste impar e outro em par (exemplo bônus +1 ou +3 e penalidade -2 ou -4, ou vice-versa) evite deixar cada habilidade cada aprimoramento com um bonus muito proprio e quebrado, e se possivel as propriedades das armas tambem deviam ser padronizadas assim ou com porcentagens, do tipo se vc usa uma maça ou martelo, ignora 30% da armadura do alvo (se escolher porcentagens simples do tipo, 20%, 25%, 30% e 50%, o jogo fica melhor pq a propriedade progride junto ao combatente, e em nada dificulta já que são porcentagens de fração simples de 4 série)!

    Abraços Odin

    ResponderExcluir
  9. Muito bem, dou-me por vencido quanto às bestas... hei de incorporá-las ao jogo, diferenciando-a dos arcos.

    Quanto aos bônus, já havia pensado em trabalhar com números pares ou ímpares para efeito de padronização, mas ainda não encontrei uma maneira de fazer isso de forma eficaz e funcional em todos os casos. Pretendo trabalhar com bônus pares, mas há alguns pontos que precisam ser trabalhados melhor para que isso funcione bem.

    Quanto às porcentagens, hei de usá-las apenas para determinar cálculos de distância (como alcance dos arcos), por questões de simplicidade e velocidade de jogo. Muitos em minha mesa de jogo possuem dificuldade para realizar estes cálculos rapidamente, e acredito que esta dificuldade esteja presente em outros grupos também.

    ResponderExcluir