quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Lendas de Asgard: Ragnarök

Saudações, Deuses e mortais.

Sou a Norne Urd, e a pedido do Grande Pai Odin, trago-vos a história sobre a Última Batalha, sobre o fim de todos os Nove Mundos. Trago-vos, o Ragnarök

Ragnarök é a batalha que desencadeará a destruição de todos os Nove Mundos. É importante lembrar que, ao contrário do que muitos acreditam, Ragnarök não significa "Crepúsculo Divino"; essa expressão é a tradução de Götterdämmerung, que, por sua vez, é uma tradução incorrecta da palavra alemã Ragnarök. A confusão deriva da semelhança entre o nórdico antigo rök ("destino final") e rökr ("crepúsculo").

A guerra será travada entre os deuses, Aesires e Vanires, liderado por Odin, e as criaturas do caos, representadas pelos gigantes de fogo, os Jotuns (gigantes do gelo), as almas presas em Nifelheim (o mundo dos mortos) e outros monstros, como gigantescos lobos abissais. Esta batalha não levaria apenas à destruição dos deuses, gigantes e monstros: o próprio universo será despedaçado irreversivelmente.
Tudo começará quando o sol (Sol) e a lua (Mani) forem finalmente consumidos pelos dois lobos místicos, Skoll, o perseguidor do Sol, e Hati, o perseguidor da Lua. Esses lobos, na verdade, são os causadores dos eclipses solares e lunares. Quando Sol e Mani são devorados pelos lobos, a terra treme, e assim vários seres, incluindo Loki e seu filho Fenrir, o lobo demoníaco, são soltos de suas prisões nas montanhas, e iniciarão junto de outras criaturas nefastas as guerras que culminarão no Ragnarök.

Com a destruição do sol, três longos invernos castigarão severamente Midgard. Os mortais, confusos e assustados, são ainda enganados por Loki e mergulham em uma guerra sem precedentes, matando uns aos outros em meio ao caos absoluto.
Os Aesir, percebendo a gravidade da situação, reunem seus Einhejar, os valorosos guerreiros mortais de Odin, e juntam-se aos vanir, poderosos deuses da magia e da natureza. Juntas, as forças de Asgard são lideradas por Odin e rumam para o campo de Vigrid, onde há muito tempo havia sido predito que a Última Batalha ocorreria. Lá, Surtur, o Rei dos Gigantes do Fogo, conduzirá seus exércitos para a batalha e no processo incendiará todos os Nove Mundos, destruindo inclusive a ponte Bifrost.
Logo após isto, todos os partcipantes adentram o Último Campo de Batalha.

De um lado, os Aesir, Vanir e Einhejar, e do outro os gigantes do Fogo e do Gelo, o exército de mortos de Hel, e Loki e seus seguidores. Uma batalha épica acontece, marcando o fim dos deuses e dos gigantes: Odin é morto por Fenrir, que o fere mortalmente; Thor mata Jomungard, a serpente gigante que habita os mares de Midgard, mas é envenenado por ela, e tomba logo depois; Heimdall, o guardião de Bifrost mata Loki em combate singular, mas morre devido aos ferimentos sofridos, Tyr o deus da bravura, fora morto por Garm o lobo guardião do lar de Hel e Ulf tomba em combate contra Surtur. O céu escurece e as estrelas caem em Midgard, que é consumida pelo fogo e depois tragada pelo mar.

Das ruínas da batalha, um novo sol subirá aos céus, e uma nova terra se erguerá dos mares. Lif e Lifthrasir, os dois únicos humanos sobreviventes, que se esconderam sob as raízes de Yggdrasil, repovoarão o mundo, enquanto Balder, o Justo, retornará e assumirá o lugar de Odin no trono de Asgard. Assim, um novo ciclo se inícia, em uma era de paz para Deuses e Mortais...

33 comentários:

  1. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo11 de agosto de 2010 23:10

    No fim não haverá paz alguma, pois estarei vivo de alguma forma, e no final do Ragnarok comerei o cadáver de Odin com a alegria de uma criança. Isso tudo ira acontecer se eu não trouxer Yog-sothoth para nosso multiverso e engolir toda a existência no Chaos absoluto.
    (Na marcha dos cavaleiros imperiais corrompidos rumo ao norte na guerra anterior. Eles corromperam algumas nascentes de água corrompendo levemente a terra ao redor, e algumas tribos e animais do norte tomaram essa água se transformando nos mutantes sanguinários. de 12 grandes tribos 5 foram totalmente corrompidas e somente uma esta no continente espalhando a praga para as terras do sul. Se comer, beber algo contaminado e não tiver um curandeiro por perto já era.
    Como os reinos bárbaros do norte foram os mais prejudicados pela guerra e não foram ajudados a restaurar suas terras. Então alguns deles ficaram com ódio das terras sulistas e acham que essa praga seria uma vingança pelo que aconteceu com eles.
    O Ricardo vai me dar uma ajuda. Ele vai interpretar o líder dos bárbaros corrompidos.)

    ResponderExcluir
  2. Coincidentemente, Lorde Odin, pensei em usar essa ilustração aí pra figurar no conto q escrevi sobre o Ragnarok do meu blog... Sinceramente, preciso escrever mais coisas como aquela.

    ResponderExcluir
  3. Imperador Vernard Vardalon, Campeão de Hextor11 de agosto de 2010 23:38

    Isso se eu não te matar antes Gronark e você sabe que irei te matar lenta e dolorosamente.
    ( Agora fiquei confuso numa coisa. Se o Senhor dos Ventos será o Odin o que será Asgard nas Crônicas das Guerras? Já que muitos fatos importantes aconteceram em Asgard. Ou você vai guardar como grande surpresa Odin.)

    ResponderExcluir
  4. Hayashi, tu és um grande escritor e realmente deve investir nesta nobre arte. Realmente, coincidências fazem parte da vida, pois eu estava escrevendo um conto sobre o Ragnarok para enviar a nosso irmão Frodo Bacchi quando vi que tu já havias escrito uma excelente história sobre o mesmo tema.

    Lorde Vardalon, quando caminho entre os mortais, possuo vários títulos e identidades(semelhante ao que Bahamut faz). De qualquer modo, como havia dito em outras ocasiões, as Crônicas de Elgalor e as Guerras de Asgard são acontecimentos separados (encare isto como um crossover).

    GRONARK!
    Juro por meu olho que desmembrarei-te pessoalmente antes do menor sinal do Ragnarok! E tu pagarás por corromper um de meus Einherjar com tua imundice, maldito filho de mil pais!

    ResponderExcluir
  5. Skarr, o Escolhido de Gruumsh12 de agosto de 2010 08:02

    Adorei esta história, velho caolho. TANTO QUE VOU AJUDAR A ESCREVÊ-LA!

    Meu exército marchará ao lado do seu, Gronark. Depois que esmagarmos estes malditos bárbaros metidos a paladinos e seus aliados patéticos, dividiremos os espólios da guerra.

    Pode ficar com Asgard e com as runas de Odin para você. Eu quero metade do ouro e jóias deles, algumas Valkírias para me divertir e a lança Gungnir, que oferecerei como presente a meu glorioso Senhor! Temos um trato?

    (Odin, sei que o que acontece aqui não afetará a história de Elgalor, mas isso não signifique que meu exército e eu não possamos marchar de Aqueronte para cá! Seu alter-ego mortal me criou, e agora, em mãos mais sádicas, eu irei destruí-lo!)

    ResponderExcluir
  6. Sim isso e ser historias separadas eu entendi Odin. O que eu queria saber é se vai ter contos sobre as guerras ?
    Achei umas imagens sobre o filme do Thor. Mostra alguns atores que foram descartados do papel de Thor. Uma imagem antiga de um filme do Hulk e do Thor juntos. Comparem com o Thor de agora.
    O Skarr não está sendo interpretado por você Odin ?
    http://i225.photobucket.com/albums/dd59/blogadao/Entretendo/thor-filme2.jpg
    http://www.beyondhollywood.com/uploads/2008/04/thor-movie.jpg
    http://www.freewebs.com/superheromovies/Triple%20H%20as%20THOR.JPG
    http://download.gameblog.fr/images/news/Thor_the_movie.jpg

    ResponderExcluir
  7. Imperador Vernard Vardalon, Campeão de Hextor12 de agosto de 2010 11:44

    Não conte tanta vantagem Skarr. Tu e teu exército desprezível não conseguistes tomar a fortaleza de Ekrund, e tu quase tiveste a cabeça decepada por Durin! E tu foste salvo, pois EU tive que intervir na batalha. Já que tua incompetência e arrogância como líder era tanta, que tu suaste teus leais seguidores como munição descartável. E UM COMANDANTE FAZER ISSO COM SEUS SEGUIDORES É IMPERDOAVEL CÃO. Apesar daqueles orcs serem porcos saqueadores, eles tinham fibra e lealdade para morrer por ti covarde imprestável.
    Um oficial e comandante deve liderar frontalmente. inspirar e PROTEGER SEUS COMANDADOS COM SUAS AÇÕES. Nunca ordenar coisas que ele mesmo não faria. Tu os descartaste como se não fosse nada apenas para ter a chance de matar Durin em combate, e nem isto conseguiste.
    Se tu cruzar meu caminho nos campos de Asgorath. Eu o PARTIREI AO MEIO, e eu posso e tenho o poder para fazê-lo, pois seu patrono sabe disso, e ele tem um avatar a menos por minha causa.

    ResponderExcluir
  8. Burne Travers, Inquisidor de St. Cuthbert12 de agosto de 2010 16:16

    A situação é mais grave do que eu imaginava. A praga chegou até mesmo aqui nos grandes salões! Lorde Odin, peço humildemente que me conceda "Carta Branca" para proceder minhas investigações da forma mais efetiva.
    Soube pelos relatos de Nubling que Selwyna, a Bruxa da Rosa Negra foi capturada e aliada das forças do Chaos de livre e espontânea vontade. Isso se falar de seus crimes de depredações, heresia, e em três casos ouve fatalidades.
    Eu Burne Travers, Munido da autoridade divina de St. Cuthbert, o santo deus da retribuição. Declaro um mandato de prisão a Selwyna Alhanadel, também conhecida como a Bruxa da Rosa Negra! Para interrogatório e julgamento de crimes anteriores de depredações a propriedades publicas e privadas, heresia, assassinato de 27 pessoas e ferir outras 86!

    ResponderExcluir
  9. Gunthasson, líder das tribos bárbaras do Chaos12 de agosto de 2010 17:07

    BELA CARNIFICINA! GLORIA A GRONARK! Ó MAGNÍFICA PESTILÊNCIA!
    Malditos sejam todos os deuses do Norte por nos abandonarem.
    Nosso povo passava fome enquanto os sulistas se fartavam em suas terras sadias, mas não mais. Agora iremos espalhar em suas terras o mesmo fogo que vocês trouxeram a nós!
    HIHIHIHEHEHEHEHAHAHAHAHA, Sangue iremos espalhar sangue e morte com sacrifícios!
    SIM! SIM! SIM! Mais sacrifícios, mais sangue, mais dor, mais sofrimento! HIHIHIHEHEHEHEHAHAHAHAHA
    MATAR, DESTRUIR,MATAR,DESTRUIR,MATAR,DESTRUIR,MATAR!!!!!!!!!! HIHIHIHEHEHEHEHAHAHAHAHA
    Sanidade é para os fracos!!!!!!!! O Chaos é tudo!!!!
    FOOOOOOORRRRRÇAAAAAAASSSSSSS DO CHAAAAAAOOOOOOOOSSSSSSSSSS
    BELA CARNIFICINA! GLORIA A GRONARK! Ó MAGNÍFICA PESTILÊNCIA!
    GRAAAAAAAAAARRRRRRRRRR HIHIHIHEHEHEHEHAHAHAHAHA
    http://www.youtube.com/watch?v=UCrsMdxcHVw&feature=related

    ResponderExcluir
  10. Selwyna, a Bruxa da Rosa Negra12 de agosto de 2010 20:05

    Ninguém encosta a mão em mim!
    Eu sabia que isso iria acontecer, e agora o inquisidor quer me prender só porque sou uma bruxa. Eu sei como são seus “interrogatórios”! Vocês irão me despir na frente de clérigos para procurar a marca que toda bruxa tem. Depois disso me farão tomar suas “hóstias abençoadas”, que me causarão dores terríveis no ventre e ficarão gritando que sou uma herege. Ficarei presa durante uma semana sofrendo todo tipo de tortura imaginável e no final dos Sete dias. Vocês me queimarão em uma praça publica em frente a uma multidão enlouquecida.

    ResponderExcluir
  11. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo12 de agosto de 2010 21:22

    Skarr, meu grande aliado. Quero somente as Runas e o Trono de Odin para levar para o Abismo. Tu podes ficar com todo resto.
    Imagine Asgard sob a liderança de Gruumsh e todo panteão orc. Comendo e bebendo a carne e o sangue de seus inimigos e violando as bravas Valkírias.
    Apenas peço algo insignificante para ti meu grande aliado. Espalhe o máximo de dor e sofrimento nos seus inimigos em sua marcha destrutiva rumo à conquista.
    Esfole os anões, estique os gnomos, cozinhe os halflings, queime os humanos e estupre as elfas. Em outras palavras quero que você continue a fazer o que você já faz, e muito bem por sinal.
    Darei a ti um conselho para seu deleite. Rhorvals Alhanadel O filho do Imperador Vardalon e neto de Thingol, o Grande Rei dos Alto-Elfos. Matando-o tu poderás revivenciar a morte de Thingol em suas mãos, e se vingar de Vardalon por ele ter derrotado Gruumsh em um único golpe.

    ResponderExcluir
  12. Respondendo à suas perguntas, amigo Rafael, quando o tempo permitir, teremos contos sobre as Guerras de Asgard (Se algum de vós tiver escrito algo que queira compartilhar, sinta-se à vontade para enviar-me o material - odin.halls@gmail.com)

    Lorde Travers, agradeço teus serviços, todavia concedo-te permissão para investigar apenas meus Einherjar, sob minha presença ou sob o julgo de Thor, Tyr ou Balder. A jovem Selwyna se mostrou uma donzela honrada, e portanto considero-a sob minha responsabilidade e proteção. Se formos punir todos que cometeram erros ou injustiças no passado, nem tu, Vardalon, ou eu mesmo sairíamos sem punição. Que todos sejam julgados pelo que são, não pelo que foram.

    Quanto às imagens, eu havia visto algumas delas, e entre os guerreiros "cogitados" para fazer o papel de Thor estavam os atores que interpretaram Éomer (Senhor dos Anéis) e o líder nórdico de O 13o Guerreiro. Infelizmente, (apenas na minha opinião, que fique claro)na escolha do papel foi dada preferência à um rapaz bem afeiçoado, e não à um homem com semblante de guerreiro.

    Por fim, Skarr "escapou" de minhas mãos, mas acho que sei quem está por trás dele agora. De qualquer modo, vejamos onde isto termina.

    ResponderExcluir
  13. Lorde Odin, muito interessante seu relato sobre o Ragnarok! Eu não sabia de tudo isso. Agora, sobre estes porcos, ando sem palavras para expressar todo o meu desagrado para com esta corja que infesta Valhalla... Não podemos permitir que estes imundos causem mais sofrimento.

    Lorde Odin, não posso ficar tranquila com as intenções do Senhor Burne de prender Selwyna. Se esta prisão for levada a cabo mesmo sem o seu consentimento, eu e minhas companheiras Lenora, Elisa e Silméria estaremos ao lado de Selwyna para ajudá-la a se defender e poupa-la do sofrimento que ela descreveu sobre as prisões dos inquisitores.

    ResponderExcluir
  14. Aldharon, Cavaleiro do Trovão de Heironeous13 de agosto de 2010 11:17

    Ninguém vai esncostar um dedo em Selwyna, lady Astreya. Ao menos não enquanto eu puder respirar e segurar minha espada.

    ResponderExcluir
  15. Estou certa de que sua motivação é ainda mais forte, lorde Aldharon!

    ResponderExcluir
  16. Burne Travers, Inquisidor de St. Cuthbert13 de agosto de 2010 15:03

    Sir Aldharon. Tu és membro da ordem dos Cavaleiros do Trovão, que protege o bem e a ordem. Uma irmandade aliada ao Conselho das Espadas.
    Selwyna cometeu crimes graves, e ela não pode escapar da justa retribuição aos seus pecados somente por ela ter se redimido.
    Você como paladino deve saber que todos aqueles crimes merecem punição. Ela não sofreu nenhuma punição por seus crimes, e ela não está acima da lei.
    Teu dever de cavaleiro e proteger os justos e punir os errados, e não ameaçar um inquisidor que somente cumpre seu santo oficio. Tua punição por cometer tais delitos seria ser destituído do titulo de cavaleiro, expulsão da ordem, e a devolução das armas e espora.
    Mas por você ser jovem e apaixonado pela acusada. Eu serei clemente e não relatarei isso ao seu comandante.
    Tu deves escolher cuidadosamente o teu lado paladino. Defendera osjuramentos que juraste proteger acima de tudo e de todos. Ou iras refutar as mesmas leis que tu juraste proteger em nome de sua paixão pessoal?
    (Como li antes no blog, interpretar um paladino corretamente é muito difícil. O paladino terá uma difícil decisão pela frente. Escolher entre o amor e a espada.)
    (Odin, eu acho que os mortais deveriam tomar essa decisão. Senão isso ficaria que nem aquele conto Deus Ex Machina, que é sobre uma divindade que vem e resolve todos os problemas dos mortais.)
    (Deveríamos fazer uma enquete de uma semana para representar o julgamento. Já conversei com o Leo e ele disse que não teria problemas, e o bom é que não daria tanto trabalho como deu as Guerras de Asgard, e muitos aqui interpretariam. O que o senhor acha?)

    ResponderExcluir
  17. Aldharon, Cavaleiro do Trovão de Heironeous13 de agosto de 2010 17:05

    Prezado lorde Travers, em momento algum eu disse que Selwyna não deveria ir a julgamento justo, e muito menos ameaçei ninguém nos Salões de Odin. Se bem me lembro, disse que minha espada estaria (e está) erguida para defender Selwyna, e não para agredir você. O que não permitirei é que ela (ou qualquer outra pessoa nesta mesma situação) sofra qualquer tipo de punição sem que tenha direito à defesa.

    Concordo plenamente com a idéia de um julgamento, onde todas as acusações devam ser feitas de forma imparcial. Deixemos que Odin decida como e quando isso irá ocorrer. Até lá, Selwyna ficará sob minha custódia.

    Quanto à meu comandante, eu mesmo reportarei este caso em meu próximo relatório, e arcarei com todas as consequências de meus atos, como sempre fiz até hoje.

    ResponderExcluir
  18. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo13 de agosto de 2010 17:15

    Errei numa coisa. Não quis dizer que Vardalon derrotou Gruumsh em um único golpe. E sim que “Darei a ti um conselho para seu deleite. Rhorvals Alhanadel O filho do Imperador Vardalon e neto de Thingol, o Grande Rei dos Alto-Elfos. Matando-o tu poderás revivenciar a morte de Thingol em suas mãos, e se vingar de Vardalon por ele ter derrotado Gruumsh. Tudo isso em um único golpe.”

    ResponderExcluir
  19. Burne Travers, Inquisidor de St. Cuthbert13 de agosto de 2010 18:16

    Bom saber que concordas comigo sobre o julgamento Sir Aldharon, mas infelizmente ela não pode ficar sob sua custodia. Já que você está “relacionado intimamente” com a acusada.
    Por essa razão consegui um Alto-Mandato de Prisão para Selwyna Alhanadel. O mandato possui o brasão de seu comandante, Sir Reinault Morgrane. Ele me mandou lhe dizer que isso é um teste de sua fé.
    Selwyna Alhanadel ficara sob custodia da “Estrela” até o julgamento. Claro que enquanto ela ficar sob nossa custodia ela passara por interrogatório e avaliação.

    ResponderExcluir
  20. Aldharon, Cavaleiro do Trovão de Heironeous13 de agosto de 2010 21:04

    "Teste de Fé", Travers? Sei que os inquisitores da Estrela não são bem vistos nem mesmo dentro das ordens de St. Cuthbert. Nós, seguidores de Heironeous temos uma restrição ainda maior quanto aos métodos que vocês empregam.

    Eu não permitirei que ela seja interrogada antes de um julgamento.

    Sir Morgrane, apesar de honrado e valoroso, está muito mais ligado à Igreja de St. Cuthbert do que aos Cavaleiros do Trovão. Meu comandante, lorde Arthagus garantiu que ela poderia ser mantida sob nossa custódia até o julgamento.

    Ela ficará conosco. A menos que lorde Odin apresente uma solução melhor quando souber do ocorrido.

    ResponderExcluir
  21. Aldharon, sei que tu és um paladino e acreditas na justeza de julgamentos e na lealdade das pessoas. Mas não deixe que façam isso com Selwyna! Além do Sr. Travers querer interrogá-la sem um julgamento, mesmo que este aconteça, sei como será: os inquisitores verão apenas aquilo que querem. Está certo de mantê-la sob sua custódia. Estou ao lado de vós!

    ResponderExcluir
  22. Elisa, clériga de Pelor13 de agosto de 2010 21:27

    Acredito na redenção de Selwyna. Se ela já se arrependeu e não mais causará mal, acredito na vida como punidora natural de seus maus atos passados. Ela merece a chance de recuperar o que perdeu e redimir seus erros por si própria. Prendê-la sem nem mesmo julgá-la é totalmente inaceitável! Deixe que a maça de St. Cuthbert caia sobre o verdadeiro mal que se manifesta nestes salões, como Gronark e seus comparsas, e não sobre uma jovem que hoje não representa mais perigo algum. Sob má orientação, eu poderia ter seguido o mesmo caminho, mas graças a bondade de mestre Allan, eu cresci num bom ambiente e me tornei uma clériga. Deixem que Selwyna tenha a mesma chance e encontra paz, ao invés de aterrorizá-la com seu tratamento e criar ainda mais dor para ela.

    ResponderExcluir
  23. Rhorvals Alhanadel, o Ciclone de Aço13 de agosto de 2010 21:49

    Eu tenho uma sugestão muito melhor HUMANOS! Ela vem COMIGO para Sírhion! Meu velho amigo Coran é o regente desse reino, e vou pedir para que ele nos deixe ficar em seu reino aonde AS LEIS HUMANAS não possuem autoridade alguma. Ela não vai a lugar algum com nenhum de vocês humanos cretinos! INTENDERAM?
    Aldharon, seu maldito canalha. Tu falaste que minha filha merece um julgamento. E se ela for condenada a fogueira, bastardo? Tu a deixarias queimar não é? Mas aposto que nem ouviria os gritos, já que estaria em algum lugar brincando de heroizinho em cima do cavalo branco não é? Então vou te dizer uma coisa Aldharon, e escute bem, pois só falarei uma vez. Se você se aproximar da minha filha novamente. EU MESMO IREI TE MATAR! E isso vale para você também inquisidor sujo!
    Astreya por favor eu peç .... não. Eu imploro interceda ao favor de minha filha se Coran relutar em nos ajudar. Ele escutara você Astreya!
    E estamos saindo daqui agora! E quem ficar no caminho terá a experiência de sentir na pele o porquê de eu ser chamado de O Ciclone de Aço!

    ResponderExcluir
  24. Selwyna, a Bruxa da Rosa Negra13 de agosto de 2010 22:19

    Mãe... Pai... Aldharon... Tio... Astreya... Odin. Ajudem-me, por favor, me salvem.
    (Caída de joelhos no chão chorando desesperadamente de medo. Desculpem, mas eu não sei como expressar isso numa narrativa.)

    ResponderExcluir
  25. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo13 de agosto de 2010 23:52

    Hora minha doce Selwyna, eu não lhe disse na torre que você era um monstro e que todos aqueles que você ama iriam te trair?
    Agora você está sendo caçada por ser uma bruxa, e Aldharon, Astreya e muitas outras pessoas em que confiava, querem que você vá a julgamento, para que você "receba o que merece".
    Você é uma bruxa! Uma Aberração herege aos de olhos todos deles! E Você ira morrer queimada sofrendo e sendo amaldiçoada por todos.
    Você é um monstro realmente! Então mostre a eles o poder que tu esconde no fundo de tua alma e destrua tudo e a todos que lhe atormentam e te traíram.
    SE ENTREGUE AO PODER DO CHAOS!!!!!!!!!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  26. ... Rhorvals, entendo sua raiva.

    Em um julgamento justo (o ÚNICO tipo de julgamento que eu apoio), Selwyna seria considerada redimida de seus erros (que eu gostaria muito que Sir Travers levantasse com provas) por conta de sua conduta nos últimos anos. Se considerada culpada, sua punição seria auxiliar nossas forças a proteger nosso povo e a caçar verdadeiros bruxos e demônios. Seria uma forma de se redimir por qualquer erro cometido anteriormente, e de forma muito mais produtiva à nossa sociedade do que alguns anos de reclusão.

    Como homem e paladino, sigo um caminho de JUSTIÇA. Não deixarei que inocentes sofram por conta de leis abusivas e julgamentos tendenciosos. Este é o caminho de Heironeous; a ordem deve ser forjada através da justiça, e não da tirania ou fanatismo.
    A ordem que não serve à Justiça não é a ordem de Heironeous, e mesmo que fosse, não seria a minha.

    Eu mesmo libertarei Selwyna e todos os que estão sendo mantidos prisioneiros sem um julgamento justo. Abdico a meu posto de capitão nos Cavaleiros do Trovão e farei a verdadeira justiça prevalecer. Ou morrerei tentando.

    Travers, recomendo que vista sua armadura e prepare sua maça. Quando nos encontrarmos, você vai precisar.

    PS: Rovarls, eu prefiro morrer torturado a ver minha Selwyna ser colocada em uma fogueira. Se eu falhar, leve Selwyna para Sírhion.

    ResponderExcluir
  27. Galadhon, o Senhor das Lâminas14 de agosto de 2010 00:37

    O inquisidor de St. Cuthbert está louco ou talvez até mesmo infectado pela mácula de Gronark.

    De qualquer forma, você provou ser um verdadeiro paladino, Aldharon, e em respeito à sua busca, coloco minhas espadas a seus serviços.

    ResponderExcluir
  28. Leonardo Viera Andrade14 de agosto de 2010 01:34

    Odin foi você mesmo que fez esse comentário do Aldharon? Porque se me lembro bem ele é um general muito jovem, e não capitão.
    Aldharon conhece os crimes de Selwyna, tanto que ele a caçou, mas conseguiu redimi-la, e se apaixonou por ela quando ele era mais jovem tanto até que ele guardava um pedaço de pano dela.
    Travers e ele estavam tendo uma conversa acalorada, mas nenhum dos dois se ameaçou em momento algum. Tanto Aldharon que deixou bem claro que não avia ameaçado Travers em momento algum, e que tinha uma autorização de seu comandante para negar o mandato do inquisidor, e sem falar que ambos são teoricamente aliados das forças da Ordem. Então do nada o paladino abdica do posto de cavaleiro.
    E estranhamente ele fez uma citação de Heironeous que eu acho teria Vardalon como alvo.
    O que seria estranho ele fazer já que, Vardalon ganhou o respeito de Aldharon quando o algoz o salvou do espelho e Sigil.
    Selwyna ainda não foi aprisionada pelo inquisidor, e ele não fez referencia alguma sobre mais alguém preso.
    E Odin se você viu a imagem que o Ricardo te mandou você vai ver que o inquisidor não usa uma armadura pesada, e que ele prefere armas de fogo.

    ResponderExcluir
  29. Alter-ego mortal de Odin14 de agosto de 2010 02:31

    Aldharon foi criado por um de meus grandes amigos, e "revezamos" a interpretação deste personagem. Desta vez, fui eu quem postou todos os comentários.

    Na verdade, amigo Rafael, foram vocês que presumiram que Aldharon era jovem, que ele conhecia Selwyna e que havia redimido a jovem; nós apenas "entramos na brincadeira" da melhor maneira possível.

    Todos os ótimos comentários postados por você ou seus amigos dão claramente a entender que Selwyna já está presa. No Cancioneiro de Astreya, Nubling confirma isso: “Tenho pena de Verhanna, seu reino natal foi devastado, e como se isso não bastasse à inquisição prendeu sua filha...”

    Desta forma, para evitar um incidente diplomático, Aldharon (temporariamente) deixa os Cavaleiros do Trovão para agir de maneira mais direta na libertação de sua amada, mesmo que isto signifique um duelo contra Travers, caso o inquisidor permaneça inflexível em permitir que Selwyna aguarde julgamento em outro local.

    Outra coisa muito, muito importante: O comentário que Aldharon fez acerca da doutrina de Heironeous não foi de forma alguma direcionada à Vardalon. Ela representa uma diferença crucial entre as ideologias de Heironeous e Hextor. A ordem absoluta é defendida por St. Cuthbert e Hextor de formas semelhantes (um fim a ser alcançado), enquanto Heironeous vê a ordem como uma pedra importante para a manutenção da justiça (ou seja, como um meio). Nada disto diz respeito à Vardalon.

    Eu particularmente gosto muito da filosofia por trás deste personagem que vocês criaram, e entendo que ficaram tristes depois de comentários infelizes do Mark e do tal Asmodeus. Mas isso não é motivo para achar que qualquer crítica à Hextor foi feita com Vardalon em mente, mesmo porque os dois possuem características muito diferentes. Hextor é cruel e impiedoso, mesmo com seus soldados. Vardalon não. Hextor prega a tirania e opressão dos mais fracos. Vardalon não. Eu poderia continuar por mais uma página inteira, mas acho que já expliquei o que quero dizer. Vardalon é um personagem digno de respeito, e sempre foi e será tratado desta forma por todos os personagens que interpreto. Já Hextor, é um caso bem diferente. E sempre será, pois enquanto eu estiver aqui, personagens genuinamente bons como Nubling, Selwyna, Rhovarls e Astreya têm preferência nestes Salões.


    Bem, é isso.

    Abraço, e me desculpe por ter esquecido que o honrado Travers não usava armadura.

    ResponderExcluir
  30. Leonardo Viera Andrade, O Gronark14 de agosto de 2010 03:49

    Odin, eu sou o Leo, mas nem se estressa cara. Eu também já confundi nomes pra caramba aqui no blog. Até mesmo o meu próprio.
    Na verdade sou eu que devo desculpas pra você e seu amigo. Porque realmente achei que era o Mark ou o Asmodeus por que do nada avia citado isso entende. Realmente eu não esperava isso do Aldharon, Eu achava que ele iria censurar Gronark sem pena alguma. Ele ficou mais jovem, mas faturou uma ruivona, vai dizer?
    Mas vamos continuar o jogo, vamos dizer que ela já está presa, mas é você quem decide aonde ela vai estar presa.
    Vardalon é o personagem que eu considero o mais legal do Rafael. Depois que o clérigo anão morreu, o Rafael criou um paladino, só que o Pedro (Mestre) o infernizava com aquele negocio de que quando o inimigo se rende tem que poupar a vida dele. Só que ele sempre fazia o mesmo vilão voltar. Até que ele criou o Vardalon, daí a coisa mudou de figura. O mais absurdo e ao mesmo tempo divertido era que ele tinha um código de honra muito parecido com os paladinos. Ele protegia as pessoas, mas pregava que Hextor é que avia dado poder e essas coisas, e ele não tinha piedade com os inimigos. Que nem o ditado combater fogo com fogo.
    O Vardalon seria que nem Ares daquela revista que ele deu o link lembra? Só que com a honra do Justiceiro.
    Agora voltemos ao bom e velho Roleplay. Que o Gronark e o bárbaro corrompido estão fazendo uma zueira.

    ResponderExcluir
  31. Alter-ego Mortal de Odin14 de agosto de 2010 11:03

    Sempre vi Vardalon como um guerreiro honrado (exatamente como Ares, apenas mais austero, como o Justiceiro), jamais como um vilão. Generoso com os aliados (Heiroenous) e implacável com os inimigos (Hextor). Um personagem muito interessante.

    A questão que você mencionou sobre um paladino ser obrigado a aceitar a rendição de um inimigo é complicada; na minha concepção, ele deve aceitar a rendição SINCERA de qualquer inimigo, oferecendo a ele uma chance de redenção. Porém, se este vilão retorna deliberadamente ao caminho do mal ferindo e matando inocentes, um paladino tem o dever de colocar um ponto final nisso. Não por vingança, mas por justiça. Ou seria correto deixar vilões como Gronark (um dos meus favoritos)livres matando e torturando inocentes?

    Enfim, de volta ao Roleplay...

    GRONARK, HEI DE ARRANCAR TUAS TRIPAS MISERÁVEIS E USÁ-LAS PARA ENFORCAR GUNTHASSON E SKARR, SEU VERME MALDITO!

    ResponderExcluir
  32. Burne Travers, Inquisidor de St. Cuthbert15 de agosto de 2010 19:50

    Estranho um MEIO-elfo me chamar de humano. Lembra-te que tu não estás acima da lei e da ordem Rhorvals. Se sua filha for condenada a execução apenas aceite isso, ou sofrera as conseqüências.
    Aldharon, tu és um honrado paladino, mas não ponha sentimentos pessoais acima do seu dever como tu estas fazendo. Isso só mostra que estais colocando seu próprio senso de justiça acima da ordem e bem comum, e isso é inaceitável para um cavaleiro. Lembrasse que suas ações se refletirão sobre seus camaradas que estão sentados na mesa do alto conselho da ordem.

    ResponderExcluir
  33. Fezes. Muitas fezes de macaco. A abrir o crânio dos heróis épicos aqui, descobri muito excremento. Tal como é um camarão, que tratado perde toda a merda que estava na parte superior do seu dorso, assim serão os grandes deste portal. A fissura se fará em seu couro cabeludo e logo toda a caca de camarão se libertará de sua cabeça infame. O grande segredo será revelado. O que se pensou por tantos séculos, gerações e gerações, que suas cabeças fossem ocas por completo, agora cai por terra. Lá, no centro de seus cocos rarefeitos, presa por tendões gelatinosos está a merda de camarão bem no centro de seus crânios. Suas cabeças, antes ocas, agora têm uma insígne e esférica fezes, sustentada por tendões que se agarram ao crânio desses guerreiros. Este é o centro do seu poder e de onde tiram toda a inspiração pra escreverem suas merdas e a fonte de todas as elucubrações dos consumidores insaciáveis de lorazepan. Eis a sua sina, eis a sua baba que escorre pelo canto da sua boca, ao pronunciar o vaticínio que abre portais, as desejadas e e inefáveis palavras que despertam os mortos, quais sejam: dã, dã!

    ResponderExcluir