segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Halls of Death

Saudações, desafortunadas almas!

Inauguro hoje nos Salões de Valhalla os pergaminhos Halls of Death, que trarão vossas histórias sobre personagens e grupos inteiros que, bravamente ou tolamente, pereceram no campo de batalha. Aqueles que desejarem participar podem enviar um pergaminho a meus corvos (odin.halls@gmail.com) contando a tragédia de vossos nobres personagens. Para iniciar estes pergaminhos, trago a história (muito) recente de um grupo de aventureiros que tragicamente pereceu ontem em uma aventura mestrada pelo alter-ego de Oyama, o Flagelo das Feras.

Lothiriel, uma jovem e sábia druida élfica, Edain, uma talentosa feiticeira humana, Kranner, um poderoso bárbaro das terras gélidas, Erkenbrand, um sombrio clérigo de Wee Jas e Eldarion, um bravo guerreiro devoto de Heironeous se dirigiram à uma grande cidade de Zotur, que estava sofrendo ataques sutis, mas constantes de vampiros, que haviam controlado através de pactos e favores toda a nobreza local.

O problema em Zotur chegou ao ouvido dos heróis por intermédio de um bardo chamado Travis, que perdera metade de seu grupo de aventureiros em um confronto com os nefastos filhos da noite, e só sobreviveu porque conseguiu fugir se jogando desesperadamente em um rio que o levou para longe. Bastante desiludido, Travis alertou o grupo para ter muito cuidado, pois vários caçadores de vampiros e aventureiros já haviam perdido suas vidas tentando liquidar as criaturas e seus servos. O único caçador que poderia ajudá-los era um taverneiro disfarçado chamado Luca, mas este era homem sábio e cauteloso, que só estava vivo ainda por conta de seu sigilo extremo. Os heróis, que já haviam derrotado um poderoso orc abissal e seus asseclas, se prepararam e partiram para Zotur no dia seguinte à conversa com Travis. Após três dias de viagem, nas florestas próximas da cidade, eles encontraram corpos sem sangue algum, e ouviam uivos terríveis circundando toda a região.

Chegando a Zotur pela manhã, o grupo encontrou o taverneiro Luca e, após muito esforço, conseguiu que ele os ajudasse. Em um esconderijo completamente protegido contra magias de observação, Luca se revelou um mago, armeiro e caçador experiente. Ele explicou aos heróis que muitos na cidade eram servos dos vampiros e que destes, alguns eram magos corrompidos que participavam de estranhos rituais. Naquela mesma noite, eles se dirigiram a um pequena casebre afastado onde, segundo Luca, um servo dos vampiros estaria se reunindo com uma pequena cabala de magos.

Os heróis adentraram ferozmente o local derrubando a frágil porta de madeira, e constataram que os magos realmente estavam fazendo um estranho ritual, usando um misterioso pó prateado que era extremamente tóxico. Pegos de surpresa, os magos não foram páreo para os aventureiros, e após um rápido combate, o único sobrevivente da cabala fora amarrado começou a ser interrogado por Eldárion.

No meio do interrogatório, quando o mago disse o nome de seu mestre, o Senhor dos Vampiros, uma runa queimada em seu peito começou a brilhar e seu corpo explodiu em pedaços, ferindo os heróis e destruindo o casebre. Sem alternativa, os feridos heróis rumaram de volta para a cidade, mas como possuíam poucas curas mágicas, não trataram seus ferimentos; preferiram esperar e chegar até o templo, onde conseguiriam alguma ajuda.

No caminho eles ouviram uivos e o barulho de lobos lutando. Quando chegaram um pouco mais perto para averiguar, notaram que cinco lobos atrozes, repletos de cicatrizes e deformidades estavam matando um lobo menor. No instante em que as criaturas notaram os aventureiros, avançaram ferozmente na direção deles.

Eldárion e Kranner formaram uma linha defensiva à frente de Lothíriel, Edain e Erkenbrand. Os lobos, porém, eram muito rápidos e atacaram impiedosamente; dois deles cercaram Eldárion, e antes que o guerreiro pudesse feri-los com sua espada, as feras destroçaram seu corpo com as poderosas presas. Kranner foi cercado pelos outros três e praticamente devorado antes que pudesse erguer seu machado. Edain e Erkenbrand usaram as magias que lehs restavam e feriram um pouco as criaturas, enquanto Lothíriel se aproximou do corpo de Eldárion, na esperança de curá-lo. O guerreiro, no entanto, já estava morto.

Dois dos lobos que estavam em Kranner avançaram sobre Erkenbrand destroçando o clérigo de maneira brutal, e o terceiro saltou sobre a jovem Edain e quase arrancou a cabeça da feiticeira com uma única mordida. Lothiriel tentou usar sua empatia para acalmar as criaturas, mas não houve esperança. Os lobos que mataram Eldárion saltaram sobre ela e mataram impiedosamente a nobre druida.

No dia seguinte, o que restou dos corpos dos valorosos heróis foi encontrado por Luca e alguns fazendeiros, que os enterraram próximo ao templo da cidade, lamentando a morte de mais um bravo grupo de aventureiros, e perdendo ainda mais a esperança de um dia livrar Zotur das presas do Senhor dos Vampiros e seus monstruosos servos...

31 comentários:

  1. Que triste história... pobres aventureiros...

    ResponderExcluir
  2. Espírito de Lothíriel9 de agosto de 2010 14:18

    Nem tive tempo de revelar a Eldarion meus sentimentos... foi tudo tão rápido... Odin, há lugar em teus salões para estes desafortunados aventureiros?...

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho uma BOA história para contar, sobre um monge que deixou um GOBLIN escravo abrir uma certa PORTA onde estava um demônio que matou todos nós!

    ResponderExcluir
  4. Certamente, nobre Lothíriel. vós, bravas almas que pereceram valorosamente em combate têm lugar garantido nos Salões de Valhalla.

    Em breve, Eldárion também estará se manifestando aqui, tenho certeza.

    ResponderExcluir
  5. Nubling Erkenwald9 de agosto de 2010 14:45

    Eu disse para colocar um Clérigo de Pelor e um ladino no grupo. Infelismente Gronark e o Skarr vão se divertir ao ver isso.
    (Isso me lembra de Quando meu clerigo anão morreu nas mãos de um gigante.)

    ResponderExcluir
  6. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo9 de agosto de 2010 17:48

    HAHAHAHAHA, mais heróis de coração puro morreram Odin. O mal está se espalhando e acho que vou querer esses lobos no meu exercito nefasto.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal a idéia dessa série de post! Apesar de um tanto fúnebre rs

    ResponderExcluir
  8. Silméria, a bárbara10 de agosto de 2010 01:30

    Silméria morreu porque o mesmo mestre desta aventura resolveu rolar no D20 quantos orcs estavam presentes em um acapamento. E rolou no D20 também quantos tinham arcos. A dona de Silméria teve de fazer outra personagem. Essa também morreu, no último chefe. Quem matou esse chefe foi um macaco familiar e um cavalo.

    ResponderExcluir
  9. Yvaine, guerreira de Corellon Larethian10 de agosto de 2010 01:35

    Não vos preocupem, nobres heróis. Nós haveremos de vingar vossa morte. As criaturas que banalizam a vida e a tiram por mero prazer me enojam. Os vampiros hão de cair!

    ResponderExcluir
  10. Faena, a amiga das fadas10 de agosto de 2010 01:36

    Espero que esse não seja o nosso fim em nossa próxima jornada...

    ResponderExcluir
  11. Odin está no clima das Crônicas de El Galor. Matando geral... XD

    Bom, realmente ninguém gosta muito desse tipo de histórias. Preferem quando os heróis triunfam sobre os vilões, salvam as princesas e vivem felizes para sempre. O problema é q raramente o "felizes" e o "vivem" são realmente para sempre. Heróis mortais, como o nome diz, eventualmente morrem. Mas, os últimos momentos tb podem ser ricamente interessantes se devidamente narrados. E creio ser isso q temos testemunhado aqui.

    Nunca consegui mestrar um TPK, mas vira e mexe algum companheiro de aventura falece. Bom, vou ver se escrevo a respeito também, Odin.

    ResponderExcluir
  12. Yvaine, que tu e teus companheiros obtenham sucesso onde os outros bravos aventureiros tombaram. Quanto a ti, Faena, não te preocupes pois a jornada que aguarda a ti e a teus novos amigos está apenas começando...

    Sábias são tuas palavras, Hayashi. Infelizmente, heróis mortais por vezes tombam no campo de batalha, mas devemos lembrar que quando se cai lutando bravamente por aquilo que se acredita, não há razão alguma para sentir vergonha.

    Tuas histórias serão muito bem-vindas, e apenas para constar, a aventura aqui descrita foi mestrada pelo alter-ego do grande Oyama, o Flagelo das Feras. (o personagem de meu alter ego era o guerreiro Eldárion, o primeiro a chegar aos Portões de Valhalla...)

    ResponderExcluir
  13. Oyama Flagelo das Feras10 de agosto de 2010 09:43

    o final desse grupo foi muito triste realmente,
    não gostaria que meu alter-ego abrisse essa nova categoria de estoria, mas devo admitir que ele é muito bom em trocidar grupos inteiros.

    ResponderExcluir
  14. Realmente...

    Mas isso ocorreu em parte por nosso descuido (e muito azar nos dados)

    ResponderExcluir
  15. Selwyna, a Bruxa da Rosa Negra10 de agosto de 2010 12:52

    Isso é triste demais, mas não se preocupem nobres almas. Eu tenho certeza de que vocês serão vingados. (Em que nível vocês estavam?)

    ResponderExcluir
  16. Espírito de Lothíriel11 de agosto de 2010 00:01

    Estávamos no nível 6, nobre Selwyna...

    ResponderExcluir
  17. Selwyna, a Bruxa da Rosa Negra11 de agosto de 2010 00:15

    Eu não sou nobre sábia Lothiriel. Sou somente uma jovem bruxa, e somente isso.

    ResponderExcluir
  18. Burne Travers, Inquisidor de St. Cuthbert11 de agosto de 2010 00:54

    Boa noite Lorde Odin. Eu infelizmente receio não trazer boas noticias para seus grandes salões essa noite.
    Consegui capturar e interrogar um corrompido de Gronark. Ele não sobreviveu ao.... interrogatório, mas descobri como sua mente funciona e que inúmeros bárbaros foram tocados por essa imundice. O numero de membros corrompidos dessa classe infelizmente está aumentando. Peço humildemente que autorize a mim e a meus irmãos inquisidores para que possamos interrogar (Sob suas condições.) membros dessa classe, para descobrir o foco dessa pestilência. Peço também a todos os bárbaros para se apresentar de boa vontade aos inquisidores caso Odin autorize.
    Link do interrogatório (Infelizmente não posso mostrar o ocorrido no processo. Os pesadelos poderiam ser desagradáveis.)
    http://www.youtube.com/watch?v=9-gSJW3sHXE&feature=related
    Imagens dos bárbaros corrompidos (Mortos e queimados é claro.)
    http://images1.wikia.nocookie.net/__cb20070201194203/warhammeronline/images/3/3b/Marauder_concept_art.jpg
    http://mythicmktg.fileburst.com/war/us/home/images/armiesofWAR/chaos/Marauder/marauder-look-01.jpg
    http://gamefocus.ca/UserFiles/Image/mythic/warhammer%20online/Marauder_03.jpg

    ResponderExcluir
  19. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo11 de agosto de 2010 13:54

    Sim isso mesmo. Meu glorioso sangue ira se espalhar mais entre os povos de bem, como uma terrível peste corrompendo e transformando qualquer um que for tocado em maquinas de matar insanas como visto acima. Nem você inquisidor e toda a força do conselho das espadas poderão nos impedir de espalhar o Chaos entre vocês.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  20. Sagramor, o Libertador11 de agosto de 2010 20:49

    Gronark, não ouse se proclamar como o senhor e representante do caos, porco maldito. Sou inimigo jurado dos seguidores de Hextor, mas não vou permitir que vermes assassinos de crianças espalhem o terror e maculem a honra de nós, VERDADEIROS bárbaros.

    Em nome de Kord, vou arrancar sua cabeça imunda, e vou fazer seu "glorioso sangue" se espalhar muito, MUITO mesmo!

    ResponderExcluir
  21. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo11 de agosto de 2010 21:45

    Não sou o senhor do Chaos. Sou o Campeão do verdadeiro deus do Chaos, Yog-sothoth. Tu és somente um filho bastardo de algum orc que violou sua mãe por pura diversão. Se seu deus Kord é tão corajoso. Porque ele não protegeu reinos bárbaros do norte? Ou impediu que varias tribos do norte se convertessem a mim?
    Tu Libertador? Se tu fosses ao menos um Orc ou Humano puro valeria alguma coisa, mas você é apenas metade de alguma coisa. Quero bravatas de Bárbaro de verdade como Mnar e Krull. Tu te chamas um Bárbaro de verdade e segue um elfo. Ele é seu mestre ou seu amante?
    E tu iras espalhar meu sangue? Tu terás êxito aonde Aldharon, Mycen, Vardalon, e toda uma fila de heróis que lutaram contra mim não tiveram?
    Fique no seu lugar cão, que é ser paria de qualquer sociedade.
    (Dessa vez está tudo escrito direito. Assim não vai ter engraçadinho fazendo algum comentário besta.)

    ResponderExcluir
  22. Tua lista de amigos aumenta cada vez mais, não é Gronark? (sim, um corretor de textos evita diversos aborrecimentos...)

    Acredito que Sagramor responderá tuas bravatas quando retornar a estes Salões. De qualquer forma, adianto que os bárbaros que seguem um verme como tu possuem o espírito fraco e não eram dígnas da atenção de Kord.

    Lorde travers, tens minha permissão para conduzir tuas investigações em Valhalla, pois aqueles que me servem possuem o espírito forte e limpo; nada tem a temer. Peço apenas que se, porventura houver corruptos em meus salões, me avise, pois eu aplicarei severamente a punição cabível.

    ResponderExcluir
  23. Mas tu não eras um fiel seguidor de Erythnull, Gronark, propagador da carnificina e do sofrimento? Estou vendo que teus princípios e ideias mudam a cada dia. Deves ter ficado louco quando começou a entrar em contato com estas divindades que provocam a insanidade com um simples olhar.

    ResponderExcluir
  24. Silméria, a bárbara11 de agosto de 2010 22:39

    Sagramor, quero me unir a ti, um bárbaro de verdade, para acabar com a raça deste porco imundo, ele sim alguém que se proclama algo que não é. Deus, ha! És no mínimo um lambedor de botas das divindades cujos nomes tanto proclama! Vamos ver se esses porcos lhe protegem dos machados que cairão contra ti!

    ResponderExcluir
  25. Sagramor, o Libertador11 de agosto de 2010 22:49

    Sim, Gronark, sou realmente um bastardo meio-orc.

    Mas ainda assim, valho mil vezes mais do que um PEDAÇO DE LIXO IMUNDO como você que tem o espírito tão fraco que após uma ou duas guerras já se vendeu como uma rameira barata para Erythnull e os Antigos em troca de poder.

    Como Odin disse, aqueles que seguem você não passam de fracos, e logo serão esmagados como tais. Garanto que os bárbaros das Tribos Unidas de Saratov vão mastigar estes insetos.

    E apenas para constar, covarde, eu não sigo Galladhon ou Sierra; somos amigos e irmãos de armas, que lutaram juntos para livrar nossos reinos de lixos como você ou os seguidores de Hextor.
    (E não precisamos sequestrar a neta de ninguém para faze-los lutar por nós, afinal, homens de verdade não precisam fazer isso...)

    ResponderExcluir
  26. Sagramor, o Libertador11 de agosto de 2010 22:50

    Que nossos machados juntos desmembrem esta aberração covarde, brava Silméria!

    ResponderExcluir
  27. Imperador Vernard Vardalon, Campeão de Hextor11 de agosto de 2010 23:26

    O que mais vocês esperavam de um cão caótico e maligno. É mais do que claro que esse ser imundo é um traidor por natureza. Mas não se preocupem irei terminar o que comecei nos portões de Asgard.
    Sagramor nunca condenei ninguém pela raça então não condene a escolha religiosa dos outros, e me diga quem eram esses seguidores de Hextor e o que eles fizeram em suas terras.
    ( Ei Sagramor uma dica, o pessoal chegou num acordo de que quando se fala fora do personagem se fala entre parênteses.)

    ResponderExcluir
  28. Brungork, Goblin Shaman, Warboss da tribo Bloody Boys12 de agosto de 2010 00:05

    Não se nós destruirmos a todos vocês antes. Eu e o Big Warboss Skarr iremos flagelar os reinos Anões enquanto a Mistica Louca e seus elfos sombrios atacarão os Altos Elfos, Gronark espalhara sua praga nas terras humanas.
    Hoje com a junção de tais vilões. Eu declaro formada oficialmente "A ALIANÇA MORTAL", e que todos os povos de bem e ordeiros sofram para SEMPRE.
    WAAAGH!!!!!!!
    ( Para quem acompanhou as guerras o Gronark ainda é um deus menor por causa da Ambrosia, que ele conquistou usando os poderes proféticos da Selwyna para passar pelos desafios no templo de Esculápio.)

    ResponderExcluir
  29. Skarr, o Escolhido de Gruumsh12 de agosto de 2010 07:54

    Hahahahahahaha...

    ResponderExcluir
  30. É uma excelente idéia, nobre Odin. Não posso garantir que eu tenha tempo de participar, mas até seria fácil, tamanha a frequência com que meus personagens morrem.

    ResponderExcluir
  31. tive uma visão com este homem da foto , com este machado ele tentou me golpear e acordei dando um soco

    ResponderExcluir