sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Grandes Heróis de nossa era: Imrahil, o Senhor de Dol Amroth

Saudações, bravos guerreiros!

Trago-vos hoje a história de um herói injustamente pouco conhecido, um grande líder dos homens e nobre senhor da guerra. Imrahil, o Senhor de Dol Amroth.


Imrahil foi o príncipe governante de Dol Amroth, uma das maiores províncias do reino de Gondor. A força e a nobreza de Imrahil tornaram-se lendárias durante a Batalha de Minas Tirith nos campos de Pelennor, onde o antigo rumor que corria sobre sua família possuir sangue élfico se confirmou. Imrahil possuía também descendência direta dos Dúnedain, assim como Aragorn, e governou como um rei bravo e justo durante toda sua longa vida.

A província de Dol Amroth também era famosa como uma das cinco maiores cidades de Gondor. Seu estandarte era azul, representando o mar, e possuía um cisne branco no centro, representando os navios dos elfos marinheiros Teleri.

Durante a Guerra do Anel o Príncipe Imrahil trouxe seus exércitos para auxiliar na defesa de Gondor. Uma companhia de Cavaleiros-Cisnes em cavalos cinzentos contando com setecentos homens em armas adentrou o campo de batalha com o mesmo vigor e eficiência que os poderosos cavaleiros de Rohan. Esses guerreiros valorosos provaram grande coragem em batalha, e, como era de costume entre povos nobres, à frente destes exércitos estava sempre o rei guerreiro. Assim, os Cavaleiros Cisnes sempre marchavam com Imrahil liderando-os, não importava quão perigosa ou sangrenta seria a batalha. Foi graças às forças de Imrahil que o nobre Faramir teve êxito em escapar da sitiada Osgiliath, pois seus bravos cavaleiros conseguiram romper o cerco formado pelas hordas de orcs e posteriormente massacrá-los enquanto o ferido Faramir retornava a Minas Tirith.

Ao fim da batalha nos Campos de Pelennor, Imrahil se uniu a Aragorn e Eomer e juntos eles formaram o Conselho dos Capitães do Oeste, onde os exércitos dos principais líderes dos Homens se uniram sob o Estandarte de Aragorn, agora reconhecido como verdadeiro governante de Gondor. Um detalhe interessante a ser lembrado é que Imrahil foi o primeiro a seguir Aragorn como o Alto Rei dos povos livres.
Com uma companhia de sete mil guerreiros, os capitães do oeste partiram para o Portão Negro de Mordor, o Portão de Morannon. Eles sabiam não teriam chance em um confronto direto, mas se transformaram em iscas para atrair a atenção de Sauron. A batalha entre os capitães do oeste e as forças de Sauron de fato ocorreu, e mesmo com a ajuda das poderosas Águias de Gwaihir, ela quase foi perdida, mas no último momento o Um Anel foi destruído pelos corajosos hobbits Frodo e Samwise e o Senhor Negro de Mordor foi definitivamente aniquilado.

Após a Guerra do Anel, Imrahil, retornou para Dol Amroth e reinou com justiça e sabedoria por muitas décadas. E sempre que as tropas de Gondor e Rohan se uniam para combater os remanescentes das forças de Sauron, o imponente estandarte azul dos Cavaleiros Cisne de Imrahil também era visto no campo de batalha...

5 comentários:

  1. Muito interessante, nobre Odin! Imrahil merece de fato ser reconhecido por todos em vossos salões!

    Salve os guerreiros e o príncipe de Dol Amroth!

    ResponderExcluir
  2. Príncipe Imrahil é meu herói favorito da saga O Senhor dos Anéis. Ficou um pouco desapontado por ele não ter aparecido nos filmes, o que é uma pena. Mas pelo menos ele está presente na minha imaginação, cavalgando sobre o Pellenor e arrancando cabeças de Orcs que fogem de medo. Obrigado por este post, nobre Odin!

    ResponderExcluir
  3. Detalhe que talvez possa ter passado despercebido, mas... Essa ilustração por acaso é da Stephanie Law?

    Conheci o trabalho dela pelo card de L5R, e depois por Blue Rose (RPG medieval afrescalhado da Green Ronin). E sincero, ela é insana com aguada.

    ResponderExcluir
  4. Creio que não, bom amigo.

    Se não me falha a memória, esta ilustração foi feita por Alan Lee, o mesmo ilustrador de "The Children of Hurin"

    ResponderExcluir
  5. Desnecessário dizer, mas, mesmo assim, ilustração muito legal (e o estilo da Steph realmente é bem próximo do dele, com pouca coisa diferente. Ela é mais... "Leve"). E ótimo relato tb. Nunca é demais saber sobre Tolkien e sua magnífica obra.

    ResponderExcluir