quinta-feira, 17 de junho de 2010

Lendas de Asgard: Os 9 Mundos (Parte 1)


Saudações, bravos guerreiros!

Inauguro hoje nos Salões de Valhalla os pergaminhos Lendas de Asgard, que vos propiciarão conhecimento sobre a cultura e lendas de meu nobre povo, conhecimento que pode ser facilmente empregado por vós para enriquecer vossas memoráveis histórias de RPG.

Comecemos então com a primeira parte da descrição básica dos 9 Mundos que compõe o universo asgardiano.

1) Asgard, a Morada dos Deuses: O reino de Asgard é lar dos poderosos Aesires, os Deuses mais ligados à guerra e honra. Composto por diversas cidades bem organizadas, o reino possui uma quantidade formidável de montanhas e florestas, onde vivem diversos animais sagrados. Em Asgard estão localizados vários palácios (aqui conhecidos como Salões), e destacam-se os Salões de Freya e de Friga, para onde as crianças e mulheres dignas são encaminhadas após a morte, e os Salões de Valhalla, meu principal palácio e local para onde as almas dos bravos vêm após sua morte no campo de batalha. O único acesso para Asgard é a ponte de gelo indestrutível chamada Bifrost, que liga Asgard e Midgard e é guardada pelo nobre Heimdall, “aquele que tudo vê”.

2) Midgard, a Terra dos Mortais: Midgard corresponde ao reino dos homens, e, como bem sabem, é o lar de incontáveis e diferentes povos e culturas. Midgard é um reino deveras especial, pois é daqui que surgem os maiores heróis que Asgard já conheceu, e é também um reino de contradições imensas, pois é possível encontrar em uma mesma cidade o mais virtuoso e o mais vil dos homens. Após a morte, aqueles que viveram em honra e dignidade são levados a algum Salão de Asgard, enquanto aqueles que levaram uma vida de desonra e maldade são enviados para Niflheim, a Terra dos Mortos.

3) Niflheim, o Reino dos Mortos: Comumente conhecido como “inferno”, Niflheim é governado por Hel, a Deusa da Morte e da Escuridão. Niflheim é o lar de todos aqueles que morrem sem honra e se perderam no caminho da escuridão. Apesar do aspecto extremamente fatalista de Niflheim, existe a possibilidade de redenção neste reino; Aqueles que se mostram genuinamente arrependidos de seus erros são enviados de volta a Midgard após se provarem merecedores superando alguns testes estipulados por Hel.

Que bons ventos vos acompanhem e que os Deuses da Guerra estejam sempre convosco.

5 comentários:

  1. Explanações interessantes. Eu não sabia desses detalhes. Ótimo post.

    ResponderExcluir
  2. uai ta abrindo o seu coração é Odin, vai explicar tudinho como é a coisa toda ai ahuahauh

    ResponderExcluir
  3. Belo post!! Gostei muito das descrições dos 3 primeiros mundos!

    ResponderExcluir
  4. Grato por vossos elogios, bravos amigos, e por vosso espirituoso comentário, nobres Dragões.

    ResponderExcluir
  5. Como sempre, trazes as mais interessantes informações, lorde Odin! Gostei muito de saber mais sobre vosso mundo e vossa morada!

    ResponderExcluir