domingo, 6 de junho de 2010

Contos de Asgard 9: O Bardo parte I

Saudações, nobres almas.
Trago-vos nestes Contos de Asgard a bela história de um jovem e promissor bardo, escrita pelo nobre Genkaku, senhor do espaço Sou RPGista

Boa leitura

A leste de Toril existia um vilarejo chamado Mirina.
Um Jovem camponês vivia solitário nestas terras.
Cultivar a terra com o pai era seu ofício.
Sua mãe morrera para lhe dar a luz.
Nestas terras isto era sinal de mau augúrio.
O jovem era desprezado por todos da vila.
Era chamado de criança maldita.
Um dia um bardo meio elfo veio a sua vila.
Pela primeira vez o jovem solitário escutou a música.
Quando presenciou o bardo atuando e recebendo aplausos, ele sentiu que estava destinado a ser artista.

Procurou então o Bardo meio-elfo, queria aprender.
A princípio o bardo recusou-se, mas o olhar do jovem melancólico e determinado acabou por convencê-lo.
O jovem então demonstrou um talento ímpar.
Por algum tempo viajaram juntos.
O aprendiz aos poucos superava seu professor.
Este, espantado com o jovem talento nutriu um pouco de inveja.
Contou ao jovem sobre uma antiga lenda.
Uma ocarina mágica que foi confinada em um templo antigo
Ela produzia efeitos mágicos conforme as melodias eram tocadas
E aquele que a possuísse se tornaria o maior e mais popular dos bardos
Aquilo despertou o interesse do jovem...

Um comentário: