sexta-feira, 21 de maio de 2010

Códigos de Honra: O código dos Guerreiros

“A força não vem da espada, mas do espírito de quem a empunha. A coragem não vem da certeza da própria invencibilidade, mas da crença de que aquilo que precisa ser feito deve ser feito, não importando as conseqüências pessoais. O Caminho Reto não é alcançado por meio de códigos ou escrituras sagradas, mas sim através da sabedoria prática e de valores pessoais inerentes do coração. Se compreendes minhas palavras, estas pronto para começar a trilhar o caminho do guerreiro...”

Thor, o Deus do Trovão

Saudações, bravas almas

Trago-vos aqui o código de honra dos guerreiros, que apesar de fortemente voltado para os homens de armas, contém sábias palavras para todos que desejam seguir um caminho de coragem e honestidade.

1) Lute e viva com coragem: A verdadeira coragem jamais surge vaidade ou da certeza da vitória. Ela surge do comprometimento com uma causa maior, como honra ou justiça. Lute e viva com bravura, seguindo teus ideais sem jamais temer a morte. Para um guerreiro, é sempre preferível morrer de pé a viver de joelhos.

2) Seja honrado: A palavra de um verdadeiro guerreiro vale mais do sua espada; Um guerreiro não se compromete com pessoas sem honra, e jamais foge de compromissos assumidos. Que tua consciência esteja sempre limpa quando tua espada cortar ao meio aquele que ousar duvidar de tua honra.

3) Cuide para que tuas ações sejam sempre justas: O mundo está repleto de covardes oportunistas e tolos irresponsáveis que, por vaidade, oprimem os mais fracos. Que estes vermes tremam perante teu nome, e que tua espada se erga sempre para diminuir as injustiças do mundo, e nunca para aumentá-las.

4) Proteja aqueles que não podem se defender sozinhos: Lembra que as roupas que usas e a comida que o mantém saudável geralmente foram produzidos por outras pessoas, e que estas geralmente não tem como se proteger do ataque de bandoleiros ou criaturas selvagens. Demonstre gratidão e que os bardos cantem que quem quiser ferir inocentes deve primeiro passar pelo fio de tua espada.

5) Conceda com sabedoria a dádiva da misericórdia: Um guerreiro impiedoso é temido enquanto tem poder, mas um guerreiro justo é sempre lembrado pelos dignos com respeito. Sejas sábio para determinar quando um inimigo deve tombar perante teu aço e quando ele merece uma chance de redenção. Discernir isto não é fácil, mas normalmente aqueles que merecem misericórdia não a pedem, são honrados e não temem a morte.

6) Pense por si próprio: Nenhum código, texto sagrado ou sábio deve guiar teu pensamento e tuas ações. Um verdadeiro guerreiro vive de acordo com seu coração e conforme a sabedoria que adquiriu ao longo de seus anos de vida e reflexão. Um verdadeiro guerreiro não usa bengalas na forma de ensinamentos dos Deuses ou de conceitos estabelecidos por outros; ele faz aquilo que é justo e correto, e assume total controle e responsabilidade por seus atos.

6 comentários:

  1. Bem parecido com o código de cavalaria europeu...

    honra, coragem e lealdade.

    ResponderExcluir
  2. De fato.

    Contudo, os primeiros a compilarem tais ideais em forma de código foram os árabes de Midgard, tanto que o código dos templários (ironicamente) tem suas raizes histórias no código de honra dos guerreiros árabes.

    ResponderExcluir
  3. Ragnar Ragnarson21 de maio de 2010 19:07

    De extrema sabedoria foram tuas palavras, Lord Odin. E ainda mais sábias foram as de teu filho Thor. Ele é um exemplo de honra em bravura que deve ser seguido por todos, especialmente aqueles que seguem o caminho das armas.

    Adoraria poder enfrenta-lo em batalha qualquer dia desses, minha espada contra o seu martelo, que nossas habilidades decidam quem será o vencedor.

    ResponderExcluir
  4. Thor, o Deus do Trovão21 de maio de 2010 20:59

    Sábias são tuas considerações, Ragnar Ragnarson. Tu realmente falas e se porta como um verdadeiro guerreiro.

    Aceito teu desafio. Que nos enfrentemos na arena dos Salões de meu pai, e que o perdedor pague ao vencedor tudo aquilo que este puder beber em uma noite.

    ResponderExcluir
  5. Ragnar Ragnarson22 de maio de 2010 21:58

    Nesse caso, ó poderoso Thor, espero que suas riquezas estejam altas pois, até hoje, nunca conheci nenhum homem que pudesse me derrotar, nem que bebesse tanto quanto eu!

    ResponderExcluir
  6. Thor, o Deus do Trovão24 de maio de 2010 20:05

    Hahaha!

    Torno minhas tuas palavras, nobre filho de Ragnar! Que este seja um embate dígno de ser lembrado nas canções dos bardos de meu pai!

    ResponderExcluir