sexta-feira, 2 de abril de 2010

Os 10 mandamentos do Ladino

Saudações, nobres aventureiros!

A pedido do grande Odin, venho lhes falar um pouco sobre os mais hábeis desafiadores do desconhecido; os talentosos, e muitas vezes mal vistos Ladinos. Para aqueles que desejam seguir este perigoso e emocionante caminho, ou para aqueles sábios o bastante para aprender a aumentar suas chances de sobrevivência, apresento aqui os 10 mais importantes mandamentos desta altiva carreira:

1) Pense e planeje cada passo sempre que possível: um bom planejamento permite se preparar adequadamente para virtualmente qualquer situação.

2)Seja impecável na arte de encontrar e desarmar armadilhas: seus companheiros perdoam facilmente um ladino incompetente em combate, mas são surpreendentemente intolerantes com aqueles que falham em desarmar uma armadilha.

3) Nunca seja o primeiro a se engajar em combate: deixe que o bárbaro ou o guerreiro se encarreguem disso; entre em combate direto apenas quando for realmente necessário.

4) Tenha sempre um bom arco, punhais de arremesso ou besta à mão: apesar de emocionante, o combate corpo-a-corpo deve ser visto como último recurso.

5) Lute sempre nos seus termos: apesar de muitos ressaltarem a glória de se lutar em absoluta desvantagem numérica, tal situação pode ser mortal, ou na melhor das hipóteses, muito dolorosa. Escolha quando, onde e como lutar.

6) Não deixe que algum tolo empolgado do grupo o arraste para a morte certa: é importante dar suporte a seus aliados, mas em situações suicidas, ajude à distância, e esteja pronto para correr. É preferível fugir e garantir que os bardos cantem a saga de seus companheiros do que morrer junto em uma luta perdida.

7) Saiba andar pelas sombras: Sua perícia em caminhar sem ser visto muitas vezes representa a diferença entre a vida e a morte não só para você, mas para todos que o acompanham.

8) Nunca roube seus amigos: seus companheiros podem salvá-lo de inúmeros perigos, mas dificilmente vão arriscar a vida por alguém em quem não confiam.

9) Se estiver se aventurando com paladinos ou cavaleiros, não discuta. Seja sempre honesto: enquanto eles estiverem olhando.

10) Jamais corteje o/a cônjuge de um amigo poderoso: auto- explicativo.

Convido agora qualquer colega de profissão a fazer seu testemunho sobre nossa nobre arte. Que teus bolsos estejam sempre cheios, e que a dama da sorte esteja sempre sorridente para ti.

13 comentários:

  1. Realmente, a nossa profissão requer muita cautela. Mas devo ressaltar que nossas escolhas a maioria das vezes não resultam de covardia, e sim da consciência em saber que ajudaremos muito mais os nossos colegas utilizando nossas habilidades do que jogando tudo para o alto em combates que certamente nos inutilizarão. Cada um deve usar aquilo que tem de melhor e assim poderá ajudar as pessoas ao seu redor. Aí está a vantagem dos grupos, que contêm pessoas com habilidades e talentos variados. Sou a favor do trabalho em equipe!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Rowena... concordo com os mandamentos. Me orgulho de nunca ter roubado um amigo, embora vontade não faltasse. Também, eles deixavam as bolsas tão a mostra... E concordo plenamente com o número 10, e acrescento: não corteje conjugê de NINGUÉM poderoso, nem precisa ser amigo. Meu pai, o capitão Larsen, vivia cortejando esposas de nobres e só arranjava confusão. Também, meu pai cortejava todo mundo.

    ResponderExcluir
  3. Larsen, o Rei dos Piratas3 de abril de 2010 08:18

    Menina mal criada!

    Isso não é justo... Você já me viu cortejando uma meio-orc, uma anã, uma gnoma...

    ResponderExcluir
  4. Muito embora os 7 primeiros mandamentos sejam muito importantes, no decorrer da vida de um ladino ele usara bem mais os 3 últimos. Os quais quando seguido o manterá sem dor de fora da prisão, sem dor de cabeça e vivo.

    ResponderExcluir
  5. Corrigindo, pai: você só cortejava quem achava bonita e quem era mais ou menos do seu tamanho. E isso incluía até sereias no meio do mar.

    ResponderExcluir
  6. Ah, mas faltou um!!

    11) Um Ladino deve SEMPRE se divertir, mesmo que isso o leve a entrar em um labirinto com vários minotauros, ou enfrentar uma vidente vistani mal-humorada, ou até mesmo leve um membro do grupo para a cadeia... :)

    ResponderExcluir
  7. Hahahaha! Bem lembrado, jovem gnomo! Bem lembrado!

    ResponderExcluir
  8. Diversão irresponsável... isso para mim é errado. Pelor sempre nos ensina a pensar nos outros antes de realizar qualquer ação. Ainda mais quando estamos em grupo...

    ResponderExcluir
  9. Tú es jovem, Eliza, mas falas com a sabedoria de um adulto.

    ResponderExcluir
  10. Ragnar Ragnarson8 de abril de 2010 15:47

    Ladinos? *Cospe no chão* Cães sarnentos, sem honra nenhuma, que só sabem se aproveitar das sombras para roubar coisas. Não vou negar que nunca roubei nada na vida, porém, eu sempre roubei pela frente, quando o dono ainda pode defender sua propriedade com a espada. Mas o ladino que rouba pelas sombras?, pff, esse sim merece a pior das mortes!

    ResponderExcluir
  11. Fácil falar quando se tem mais de 1,20 m de altura... Além disso, saber encontrar a sombra certa mantém a pior das mortes a uma distância relativamente segura.

    ResponderExcluir